Menu

terça-feira, 3 de maio de 2022

Chuva extrema nos próximos dias em SC e no RS

Fortes áreas de instabilidade se intensificam sobre o Sul do Brasil e no decorrer desta terça-feira se organizam como uma frente fria associada a um ciclone extratropical. O ciclone estará completamente formado na madrugada desta quarta-feira, 4 de maio, ainda provocando chuva volumosa e ventos fortes, especialmente em áreas dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

 

 

A animação de imagens captadas pelo satélite GOES 16, e colorizada pela Climatempo, mostra a nebulosidade cada vez mais densa (manchas azuis e verdes) sobre o Sul do Brasil

 

 

SUl - instabilidade antes do ciclone 3-5-2022

Nebulosidade que está sobre o Sul do BR se organiza como uma frente fria e um ciclone extratropical em 3/5/2022

 

 

As Defesas Civis dos dois estados já emitiram alertas específicos sobre o risco de transbordamento de rios e enchente, deslizamento de terra e outros transtornos que podem ocorrer por causa do grande volume de chuva em poucos dias e dos ventos fortes.


Confira o comentário da meteorologista Cátia Valente, da Defesa Civil do Rio Grande do Sul

 

 

 

 

O mapa abaixo foi elaborado pela Defesa Civil de Santa Catarina

 

Alerta de deslizamentos em SC para 2/5/2022 (Fonte: Defesa Civil de SC)

 

 

Volumes de chuva extremos


A maior preocupação em relação à chuva extrema é na região serrana do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, no litoral norte gaúcho, no litoral sul catarinense e na Grande Florianópolis. A previsão é de que entre os dias 3 e 5 de maio de 2022, sejam registrados acumulados de chuva de 200 a 300 mm em algumas áreas. Mas para várias regiões destes estados, volumes de chuva desta ordem representam o dobro da média normal para todo o mês de maio.


O mapa abaixo mostra a média de precipitação normal para maio no Brasil, com destaque para a Região Sul, de acordo com cálculos do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia ) para o período de 1991 a 2020.

 

 

Climatologia de precipitação no Brasil para maio ( Inmet 19919-2020)

 


Para a maioria das áreas da Região Sul, a média de precipitação em maio varia de 140 a 180 mm. Para Torres, no litoral norte do Rio Grande do Sul, de 3 a 5 de maio, a Climatempo prevê 210 mm. Para Bom Jesus, na serra gaúcha, são 190 mm previstos de 3 a 5 de maio A média normal para maio em Torres é de 121 mm e em Bom Jesus de 119 mm. 


O grande volume de chuva é preocupante na região de Florianópolis. A média de chuva normal para todo o mês de maio é de aproximadamente 126 mm, pelos recentes cálculos do Inmet para o período de 1991 a 2020. Apenas ára esta terça-feira,  3 de maio, a Climatempo prevê cerca de 120 mm acumulados. O acumulado total previsto para os dias 3, 4 e 5 de maio é de 180 mm.


A chuva deste ciclone extratropical só deve diminuir no Sul do Brasil na quinta-feira, 5 de maio, mas o vento ainda estará forte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário