Regionais

Coronavírus em SC: Santa Catarina registra segunda maior taxa de distanciamento social do país no sábado

Foto: Divulgação / PCSC

Santa Catarina registrou a segunda maior taxa de distanciamento social do Brasil no primeiro dia do Decreto 1.172, que suspende as atividades não essenciais para enfrentamento à Covid-19. Com índice de 44,83% neste sábado, 27, o estado só ficou atrás da Bahia, com 46,17%. Na região Sul, o Paraná registrou 39,06% e o Rio Grande do Sul, 39,37%. Os dados são da plataforma Inloco, que tem medido por geolocalização a movimentação das pessoas pelas cidades e estados brasileiros durante a pandemia do novo coronavírus.

Diante das novas medidas adotadas no estado, as forças de segurança de Santa Catarina intensificaram as ações de fiscalização e orientação em todo território catarinense. Conforme dados da Polícia Militar de Santa Catarina, foram realizadas 4.786 fiscalizações desde a última sexta-feira, 26, até o amanhecer deste domingo, 28, sendo que houve 26 interdições em estabelecimentos comerciais e 26 notificações por irregularidades. No período foram instaurados 45 boletins de Comunicação de Ocorrência Policial, 27 prisões e 398 Boletins de Ocorrência de Termo Circunstanciado.

Fotos: Mauricio Vieira / Secom

O comandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Dionei Tonet, destacou o apoio dos 500 novos soldados que estavam trabalhando na Operação Veraneio nas fiscalizações. Eles foram deslocados para 85 cidades, que juntas têm mais de 85% dos registros das contaminações da Covid-19.

“É uma operação que vai durar 15 dias com um objetivo claro de ampliar a fiscalização. O efeito já foi percebido neste fim de semana: tivemos mais que o dobro das interações diárias, ampliamos as ações. Infelizmente temos outras notificações e algumas interdições, porque muitas pessoas ainda não acreditam efetivamente no que precisamos fazer para proteger a nossa sociedade,” pontuou Tonet.

O comandante destacou ainda que, após os 15 dias de fiscalização, os 500 policiais serão deslocados para toda Santa Catarina. “Todas as cidades terão um reforço policial. É uma medida para fortalecer a Polícia Militar, criando uma rede de proteção equilibrada na população.”

O delegado geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, disse que os trabalhos integrados de fiscalização no enfrentamento à Covid -19, neste momento delicado, têm trazido importantes resultados na segurança pública catarinense

“A Polícia Civil realizou ações de fiscalização em todas as regiões catarinenses. Um trabalho integrado com as forças de segurança do Estado e também com órgãos municipais. E este é o caminho que iremos seguir para, juntamente com a conscientização das pessoas, melhorarmos este cenário e voltarmos a um patamar de normalidade”, sintetizou Koerich.

O trabalho conta com a atuação da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar (CBMSC), Capitania dos Portos de SC, Segurança Pública e Defesa Civil. Apoiam ainda a Secretaria de Estado da Saúde, Vigilância Sanitária Estadual e municipais, guardas dos municípios e prefeituras.

Decreto

O decreto 1.172 do Governo do Estado também estabelece o fechamento de atividades não essenciais no próximo fim de semana, entre as 23h de 5 de março e 06h de 8 de março.

Como denunciar

As denúncias podem ser feitas pelos canais da PCSC: 181 e WhatsApp 48-98844-0011. Também pelo 190 da Polícia Militar e por meio do aplicativo PMSC Cidadão, disponível nas plataformas IOS e Android.

A Delegacia Virtual da Polícia Civil de SC, na qual o cidadão pode registrar o Boletim de Ocorrência (BO) pela internet 24 horas do dia, tem sido outra opção para a população evitar o deslocamento a uma delegacia. A Delegacia Virtual está disponível no endereço eletrônico delegaciavirtual.sc.gov.br ou pelo site da Polícia Civil de SC.


Coronavírus em SC: Santa Catarina vive suspensão de atividades e serviços não essenciais, diz Governo do Estado em resposta a MPSC, MPF/SC, MPT, TCE, DPU e DPE/SC

Fiscalização do decreto 1.172 na madrugada deste sábado em Palhoça. Foto: Mauricio Vieira / Secom

O Governo do Estado protocolou junto ao Ministério Público de Santa Catarina na manhã deste sábado, 27, resposta à Recomendação Conjunta n. 1/2021 encaminhada pelo órgão e pelo Ministério Público Federal, o Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina, o Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina, a Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina e a Defensoria Pública da União. O documento, assinado por integrantes do Grupo Gestor de Governo e o secretário de Estado da Saúde, destaca que os promotores e defensores sustentam sua recomendação baseados quase exclusivamente na avaliação do Decreto nº 1.168, de 24 de fevereiro, que trouxe medidas de restrição sem suspensão de atividades. No entanto, na sexta-feira, 26, o Governo do Estado editou o Decreto nº 1.172, que determinou a suspensão de diversas atividades e serviços não essenciais durante este fim de semana.

Neste sentido, Santa Catarina vive hoje a suspensão de atividades e serviços não essenciais, como postula a Recomendação Conjunta n. 1/2021. O Decreto nº 1.172 suspende o funcionamento de diversos serviços e atividades entre as 23h de 26 de fevereiro às 06h de 1º de março de 2021, bem como no mesmo período entre os dias 5 a 8 de março. São 55 horas de restrições que acarretam na redução de circulação e aglomeração de pessoas.

É fato que a situação se agravou nas últimas semanas e também é fato que o Governo do Estado está atento e tomando todas as medidas necessárias para mitigar os efeitos da Covid-19. Trata-se, evidentemente, de um processo permanente e dinâmico, em que as decisões devem ser tomadas à luz de uma criteriosa avaliação da evolução da epidemia (em relação a contágio, internações e óbitos), do ritmo de estruturação da rede pública de saúde (número de leitos abertos, ocupação hospitalar, estoques de EPIs e de outros insumos e produtos necessários) e dos impactos socioeconômicos decorrentes das medidas de distanciamento social implementadas.

É necessário pontuar, não obstante, que, diante do ineditismo dos fatos, e do ainda limitado nível de conhecimento existente em literatura científica especificamente sobre a Covid-19, não há uma fórmula pronta e definitiva de enfrentamento da pandemia, sendo necessário um acompanhamento diário do progresso da crise.

A resposta destaca ainda que é necessária a avaliação da eficácia das medidas já adotadas pelo Governo do Estado, especialmente o Decreto nº 1.172, de 26 de fevereiro de 2021, que estão sendo executadas nesse exato momento, não sendo razoável a substituição da política pública vigente, amplamente discutida com atores sociais, técnicos, econômicos e jurídicos, por outra sem orientação técnica.

Com relação à recomendação que solicita que seja garantida transparência das filas de espera por leitos de UTI e clínicos no Estado, salienta-se que esta transparência já é garantida, uma vez que estas informações estão sendo divulgadas constantemente e, inclusive, são de conhecimento dos órgãos que emitiram a recomendação ora respondida. De todo modo, serão levadas em consideração as recomendações para que estas informações se tornem de mais fácil acesso à população; para tanto, a área técnica necessita de tempo razoável para avaliação.

Em resposta à recomendação de que se articule junto à União e demais Estados da Federação a garantia de transferência de pacientes que aguardam por vaga em UTI, informa-se que tais interlocuções já estão acontecendo. Contudo, o cenário pandêmico está agravado em todo o país, o que dificulta sobremaneira as transferências interfederativas.

Com relação à solicitação dos “estudos técnicos” que justificaram o Decreto Estadual nº 1.168/2021, um documento com exposição de motivos elaborado pelo Superintendente de Vigilância em Saúde deram ensejo à elaboração do citado decreto. Neste ponto, salienta-se que, conforme muito bem explanado na recomendação conjunta ora respondida, a situação sanitária no Estado é preocupante e demanda a tomada de decisões ágeis e imediatas, o que não se coaduna com a elaboração de estudos técnicos conclusivos.

Além disso, os decretos editados nessa última semana deixam clara a possibilidade de os municípios adotarem medidas mais restritivas, baseados nas realidades locais, em consonância com a estratégia da regionalização adotada. É fato que a situação se agravou nas últimas semanas e também é fato que o Governo do Estado está atento e tomando todas as medidas necessárias para mitigar os efeitos da Covid-19.

De rigor pontuar que a atuação do administrador muitas vezes não pode esperar o desenvolvimento de longos e exaurientes estudos técnicos, uma vez que a velocidade das demandas sociais não acompanha o ritmo acadêmico. É na experimentação de quadro valendo-se da matriz de risco com movimentos calculados no sentido de aumento ou diminuição de restrições, quando necessárias, que se encontra o ponto de equilíbrio. Por fim, a necessidade de uma avaliação global da questão, sem descuidar de todos os interesses dos catarinenses e tendo como preponderância a vida e a saúde da população, exige que as medidas restritivas a serem adotadas sejam graduais, na medida do possível, evitando-se a quebra da legítima expectativa depositada pela população sobre as ações de governo.

Cabe acrescentar que o Governo do Estado entende a gravidade do momento e avalia diuturnamente o cenário para a adoção de medidas que possam garantir a assistência aos catarinenses.



Decreto estadual estabelece 2021 como o ano comemorativo do bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi 

O bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi (1821 - 1849) será comemorado em 2021, conforme decreto estadual editado pelo governador Carlos Moisés nesta sexta-feira, 26. As comemorações visam difundir a memória e a história de Anita Garibaldi, além de promover e solidificar o turismo histórico, cultural e cívico no Estado.

“Em reconhecimento à trajetória dessa mulher de mérito internacional, Santa Catarina não poderia deixar de fazer uma homenagem especial e relembrar a saga da heroína, suas lutas e conquistas na data em que completaria 200 anos”, destacou o governador.

Nascida em 30 de agosto de 1821, no Sul catarinense, Ana Maria de Jesus Ribeiro ficou internacionalmente conhecida como Anita Garibaldi. Ela recebeu o título Heroína dos Mundos por ter participado de diversas batalhas, no Brasil e na Itália, ao lado do marido Giuseppe Garibaldi. Lutou na Revolução Farroupilha (Guerra dos Farrapos), na Batalha dos Curitibanos, em Santa Catarina, e na Batalha de Gianicolo, na Itália. Morreu em 1949, aos 27 anos, e teve os restos mortais sepultados na Coline de Gianicolo, em Roma.

Pelo Decreto 1.173/2021, que já está em vigor, fica estabelecido que a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) desenvolverá ações de cunho turístico e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) irá organizar o calendário de eventos relativos às comemorações.

Desde 2019 existe uma Comissão Estadual Comemorativa ao Bicentenário de Nascimento de Anita Garibaldi, instituída pela Portaria 39 da FCC, que discute as ações a serem implementadas para marcar o momento no estado. A FCC, por meio da presidente Ana Lúcia Coutinho, coordena a Comissão, em parceria com o Instituto Anita Garibaldi (CulturAnita), além de entidades públicas e privadas. 

“Juntos trabalhamos para dar maior visibilidade a esta mulher forte e destemida, a heroína de dois mundos, que empunhou armas e participou de batalhas em prol dos ideais republicanos ao lado do marido Giuseppe Garibaldi. Para celebrar a vida desse ícone catarinense, o Estado, por meio da FCC, prevê uma série de atividades que envolvem arte, gastronomia, história, literatura, identidade e exposições. É uma honra participar de um movimento tão importante como esse", declarou Ana Lúcia Coutinho.



Cidasc entrega certificado SISBI para primeira indústria de pescados de Imaruí



Créditos: Ascom / CidascBaixar Imagem

A Unidade de Beneficiamento de Pescados e Produtos de Pescados, Mariscão Comércio e Transporte de Pescados Eireli,  instalada no município de Imaruí, recebeu nesta quinta-feira, 18, o certificado de adesão ao SISBI (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal), das mãos do presidente da Cidasc, Plinio de Castro, do médico veterinário e gestor do Departamento Estadual de Inspeção de Produtos de Origem Animal – Deinp, Jader Nones e da médica veterinária Margarida Seico Akama Yokemura, coordenadora regional de inspeção, do Departamento Regional de Tubarão. 
 
Com o SISBI as empresas podem comercializar seus produtos em todo o território nacional.
 
Está em processo de adesão ao SISBI os SIEs :
•1026 Pescados Dededa
•1039 Cassimiro Pescados
•1141 Pescadão Pescados.
 
"A projeção é de crescimento muito importante para o setor e para a economia de Imaruí", destacou o Veterinário Emanoel Matos.
 
Na oportunidade esteve presente, a Coordenadora de Comunicação Social, Ivana Galvani representando o Prefeito do Município, Patrick Corrêa.
 
Em contato com o prefeito, ele reiterou que esta é uma oportunidade inovadora para Imaruí. Que além de valorizar a cidade e os trabalhadores, nos dá esperanças para avançarmos ainda mais no desenvolvimento do município.



Renovação de laços entre Imaruí e Paulo Lopes

Publicado em 19/02/2021 às 08:55 - Atualizado em 19/02/2021 às 08:55


Créditos: Ivana GalvaniBaixar Imagem

Na manhã de ontem (18), o Prefeito Patrick Corrêa recebeu em seu gabinete, o prefeito Nadir Rodrigues de Paulo Lopes, que veio acompanhado do vereador Célio Machado e o Servidor Haylor Cargnin.

O encontro também contou com a presença do Vice-prefeito José Euclides (Zé Chico). A reunião teve como objetivo a renovação de laços entre os municípios.



Asfalto na Estrada Geral Rio Santo Antônio: Prefeito de Braço do Norte, Beto Kuerten apresenta projeto ao Governo do Estado

Conforme Beto, o primeiro quilômetro já está garantido, através de emenda parlamentar do deputado estadual Julio Garcia

Divulgação

Braço do Norte está na expectativa de mais uma boa notícia. O prefeito, Beto Kuerten Marcelino, apresentou nesta quinta-feira, 18, ao Secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, o projeto completo de pavimentação da Estrada Geral Rio Santo Antônio.

Conforme Beto, o primeiro quilômetro já está garantido, através de emenda parlamentar do deputado estadual Julio Garcia. “Hoje justificamos ao secretário Paulo Eli a importância da pavimentação de toda a extensão. A comunidade é próspera e as agroindústrias têm crescido exponencialmente. Seguimos trabalhando incansavelmente, honrando nosso compromisso com a população, agora priorizando as pavimentações no interior”, comentou o prefeito.

A extensão, a partir da SC-370, é de 5.691,24 metros (aproximadamente 5,7 quilômetros) e o investimento está estimado em R$ 11,8 milhões. “Estamos muito otimistas e aguardamos uma resposta positiva do Estado. É o nosso primeiro passo para iniciar as pavimentações no interior”, encerrou Beto.

Em julho de 2018, Beto foi até o Rio Santo Antônio entregar o projeto, solicitado pela comunidade. A reivindicação é antiga e muito importante, pois a comunidade dá acesso, pela SC-370 ao Pinheiral e aos municípios de Armazém e Gravatal.


Começam obras do acesso ao Aeroporto de Jaguaruna

Inicialmente estão sendo asfaltados os três primeiros quilômetros do trecho. Ao todo, são 8 quilômetros de extensão.

Divulgação

Uma demanda antiga do Sul do Estado já é realidade, em Jaguaruna. Começaram os trabalhos de pavimentação do acesso ao Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi. A obra é executada graças a um convênio do governo do Estado com o município, o que, de acordo com o secretário de Infraestrutura e Mobilidade de Santa Catarina, Thiago Vieira, foi fundamental para o andamento do projeto.

“Estado e municípios têm trabalhado juntos pelo desenvolvimento da região e a parceria tem sido benéfica para todos. Essa obra é importantíssima para o desenvolvimento do Sul de SC, já que potencializa o crescimento do aeroporto”, explica Vieira.

Inicialmente estão sendo asfaltados os três primeiros quilômetros do trecho. Ao todo, são 8 quilômetros de extensão, da rótula de acesso ao aeroporto até a Rua Manoel Cruz, no Centro de Jaguaruna. O valor de investimento será de R$ 8,9 milhões. A previsão é que a obra seja concluída em 2022.


Imbituba: 9º foco do Aedes Aegypti é localizado

Os focos foram confirmados nesta quinta-feira (18), nos bairros de Ibiraquera e Sambaqui.

Divulgação

A Vigilância em Saúde de Imbituba confirmou mais quatro focos do Aedes Aegypti no município. Dois deles foram descobertos na última quarta-feira (17), nos bairros de Guaiúba em Portinho da Vila.

Ambos estavam em armadilhas. Como protocolo, os agentes endemias delimitaram um raio de 300 metros do local, para a devida inspeção. Os outros dois focos foram confirmados nesta quinta-feira (18), nos bairros de Ibiraquera e Sambaqui.

Nas duas comunidades, também foram abertos raios de 300 metros para a inspeção em residências, estabelecimentos comerciais e terrenos baldios. Até o momento, foram detectados nove focos do Aedes Aegypti em Imbituba: três no Portinho da Vila, dois em Nova Brasília, dois no bairro Guaiúba, um no Sambaqui, e, um, em Ibiraquera.



Imunidade pós-vacina pode demorar semanas, dizem especialistas

Médicos alertam que não se pode abrir mão de cuidados pessoais.

Divulgação

O início da campanha de vacinação contra a covid-19 levou esperança a milhões de brasileiros que esperam pelo momento em que poderão retomar uma rotina mais próxima à qual estavam habituados até o início da pandemia. Mesmo que lentamente, a imunização está avançando entre profissionais da saúde e pessoas dos grupos de risco.

O entusiasmo, no entanto, não deve levar ninguém a abrir mão de cuidados pessoais, sob risco não só de adoecer em um momento em que o sistema de saúde continua sob pressão, mas também de colocar em perigo a estratégia nacional de imunização. Especialistas lembram que, além de nenhuma vacina ser 100% eficaz, principalmente diante do risco de surgimento de novas variantes, o corpo humano demora algum tempo para começar a produzir os anticorpos que protegerão o organismo contra a ação do novo coronavírus.

Tempo médio

Segundo a vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm), a pediatra Isabella Ballalai, em média o tempo mínimo para que o sistema imune esteja apto a responder adequadamente contra a presença de qualquer agente patogênico causador de doenças é de, no mínimo, 14 dias após receber a primeira dose de uma vacina. Mas cada imunizante tem seu próprio tempo médio para ativar o sistema imunológico, conforme descrito por seus fabricantes.



Tubarão: 2 profissionais de saúde não quiseram ser vacinados

Servidores não foram imunizados. Por outro lado, centenas de funcionários da área não duvidaram da ciência e desejaram o imunizante.

Divulgação

Pode parecer uma incoerência, porém há profissionais de saúde em Tubarão que decidiram não tomar vacina contra covid-19. Em meio à campanha de vacinação contra o vírus, dois profissionais de saúde se recusaram a receber as doses. Os servidores atuam na linha de frente de combate à covid-19.

Conforme o diretor-presidente da Fundação de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol, a negativa ocorre em outras campanhas de imunização. É um direito que cada pessoa possui. “Fizemos um termo de responsabilidade. No entanto, pedimos a todos que se vacinem, precisamos ter um cuidado coletivo nessas situações de imunidade”, expõe

Trevisol afirma que está preocupado é com o número de imunizantes para os grupos prioritários. “Não temos vacina para toda a população e muito menos para os grupos de risco. O governo federal tem que começar a mandar mais. Precisamos para o 1º grupo de 4.5 mil, só para os profissionais da saúde e veio aproximadamente 2.5 mil. Isso me preocupa”, assegura.

O diretor-presidente explica que as vacinas são seguras e que todas passam por testes extremamente rigorosos e têm eficácia que previne mortes, segundo ele que é o que mais importa agora. Em um primeiro momento não há nenhuma sanção para os servidores que recusaram a imunização.



SC quer vacinar 100% dos grupos prioritários até junho

Se a estimativa do Ministério for confirmada, Santa Catarina imunizará 40% da população.

Divulgação

O governador Carlos Moisés participou do debate em torno da vacinação contra a Covid-19, que reuniu chefes de Estado integrantes do Fórum de Governadores e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. O encontro foi via webconferência, na tarde desta quarta-feira, 17. Se o cronograma do Ministério da Saúde, apresentado na reunião, correr dentro do previsto, até junho deste ano, cerca de 40% da população catarinense poderá estar vacinada.

Aos governadores, o ministro afirmou que a previsão é vacinar 100% da população brasileira que está nos grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização(PNI) até o mês de junho de 2021.

De acordo com o governador, em Santa Catarina, o número previsto pelo MS corresponde a uma população de pouco mais de 2,8 milhões de habitantes. “A vacina é nossa pauta principal e o Estado, como já vem fazendo, está pronto para distribuir as doses a todos os municípios, tão logo elas cheguem a Santa Catarina. Preparamos toda a logística com planejamento e bastante antecedência para que neste momento tão importante no combate à pandemia, os catarinenses, em todas as regiões, tenham acesso à vacina”, afirma Carlos Moisés.

Durante a reunião, o ministro Eduardo Pazuello também garantiu que todos os leitos de UTI habilitados para o tratamento da Covid-19 serão devidamente pagos. E que serão habilitados tantos quantos forem necessários, para atender os brasileiros que precisarem.



Em plena nova crescente da pandemia, restam somente 10 leitos de de UTI SUS para covid-19 na região da Amurel


Informações disponíveis na Sala de Situação Digital do Ministério Público de Santa Catarina, juntas à divulgada pelo município de Imbituba, apontam que, dos 29 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), exclusivos para adultos para o tratamento do novo coronavírus, 19 estão ocupados na Amurel. 


A checagem da última segunda-feira (15) mostra que dos 15 leitos disponíveis no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), de Tubarão, apenas cinco estão disponíveis (ocupação de 66,6%). Já no Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, de Laguna, apenas dois estão desocupados, enquanto outros oito acomodam pacientes em tratamento (ocupação de 80%). Em Imbituba, no Hospital São Camilo, dos 10 leitos existentes, três estavam ocupados, até terça-feira, quando mais um paciente deu entrada na UTI (ocupação de 40%).


Com esses resultados, a Amurel possui apenas10 leitos disponíveis para atender uma população em que o número de casos suspeitos de infecção pela doença tem aumentado e que ainda não refletiu as aglomerações do Carnaval. Desta forma, cerca de 65% dos leitos estão ocupados na região. No Estado, a taxa de ocupação das UTIs é de 78%.



Pescaria Brava recebe ônibus escolar do Estado

Ao todo, outras 27 cidades também foram contempladas, com investimento de R$ 6,6 milhões do governo do Estado.


A cidade de Pescaria Brava recebeu na manhã desta quarta-feira, 17, um ônibus novo para o transporte escolar no município. O ato, acompanhado pelo prefeito Deyvisonn da Silva de Souza (MDB), ocorreu no estacionamento do trapiche da avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis. 


Ao todo, outras 27 cidades também foram contempladas, com investimento de R$ 6,6 milhões do governo do Estado.


Os veículos novos incluem 22 ônibus grandes, com capacidade para transportar até 59 estudantes, e seis micro-ônibus, com capacidade para transportar até 29 estudantes. Atualmente, cerca de 115 mil estudantes da rede estadual de ensino utilizam transporte escolar. Os veículos já estão equipados com dispenser com álcool 70% para higienização das mãos, reforçando o retorno seguro do ano letivo de 2021.


“Isso é levar a educação a sério. Investimos nestes veículos com recursos dos catarinenses. Essa é mais uma prova de que os tributos que o cidadão paga estão sendo bem empregados. Renovamos em mais de 150% a frota do transporte escolar desde 2019, o que garante mais segurança e conforto aos nossos estudantes”, afirma o governador Carlos Moisés (PSL).



Bentos prepara celebrações em honra ao padroeiro São José

"A festa do glorioso São José é bastante importante na comunidade. Ele é o padroeiro dos trabalhadores e nosso bairro é formado por trabalhadores, especificamente de pescadores que sempre vão fazer suas preces e pedidos ao santo", comenta um dos organizadores das festividades, Gusttavo Cardoso.


A comunidade católica de Bentos começa na próxima semana os preparativos para as celebrações de São José, padroeiro da localidade junto com Santa Rita. As homenagens ao santo protetor têm caráter especial em 2021, pois o ano marca as quatro décadas que a imagem do padroeiro das famílias chegou ao bairro.


“A festa do glorioso São José é bastante importante na comunidade. Ele é o padroeiro dos trabalhadores e nosso bairro é formado por trabalhadores, especificamente de pescadores que sempre vão fazer suas preces e pedidos ao santo”, comenta um dos organizadores das festividades, Gusttavo Cardoso.


Nesse primeiro momento, são realizadas novenas de preparação ao ar livre e com serviço de drive-thru, para a venda de quitutes e rifas e bingos. O drive-thru foi comunicado à prefeitura e vai ser feito no pátio da capela e em terreno vizinho.


O engajamento de toda comunidade escolar fez o ano letivo da Rede Municipal de Ensino iniciar muito tranquilo em São Ludgero

       O engajamento de todos que formam a comunidade escolar (profissionais, pais e alunos) fez com que hoje, quarta-feira, 17 de fevereiro, o primeiro dia de aula do ano letivo de 2021, com os regramentos para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus, fosse muito tranquilo na Rede Municipal de Ensino de São Ludgero.

      A Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Maria Marlene Schlickmann, informa que todo o planejamento realizado, orientações e capacitações que somado ao comprometimento e dedicação de cada profissional, independente da função que ocupa, e o entendimento dos pais ao respeitarem os regramentos diante dos protocolos estabelecidos, contribuíram para que tudo acontecesse de forma tranquila. “Todos sentiram a vida retornando nas escolas, a alegria e energia das crianças novamente se fazendo presente nos espaços, nas ações e nas feições dos que integram as instituições escolares”, declara a secretária. Ela completa lembrando que inúmeros foram os desafios superados. “O pedido é que o comprometimento e o respeito aos regramentos continuem por parte dos profissionais, pais e alunos. Todos sabem que a nova rotina e os regramentos são para que todos permaneçam protegidos e a qualidade educacional se mantenha”, alerta.

            O ano letivo na Rede Municipal de Ensino em São Ludgero iniciou com 1,5 mil crianças matriculadas no Ensino Fundamental e na Educação Infantil. Hoje, 17 de fevereiro, as aulas do ano letivo iniciaram para os alunos do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e da Educação Infantil (turmas de 3, 4 e 5 anos). No dia 22, iniciam as atividades com as demais turmas da Educação Infantil (turmas de bebês de 1 e 2 anos). E, o Pré-Escolar do Bom Retiro, que funciona na Escola de Ensino Fundamental Bom Retiro, inicia amanhã, quinta-feira, dia 18, juntamente com a rede estadual de ensino



Sicoob SC/RS quer abrir mais 70 agências em 2021

O Sicoob SC/RS pretende inaugurar mais 70 agências em 2021, um investimento de cerca de R$ 30 milhões. Serão 20 novas agências em Santa Catarina, 45 no Rio Grande do Sul e cinco no Paraná. O Sicoob SC/RS já está presente com agências em 91% dos municípios catarinenses e a meta, a médio prazo, é se fazer presente em todos os municípios gaúchos com mais de 20 mil habitantes. No Brasil, o Sicoob é a terceira instituição financeira com o maior número de agências, atrás apenas de dois dos maiores bancos do País.

"O Sicoob SC/RS tem perspectiva de continuar com sua forte expansão e crescimento, tanto no modo tradicional, com a abertura física de agências, quanto no modo virtual, através da associação digital", disse o presidente do Sicoob Central SC/RS, Rui Schneider da Silva.

Para o diretor de Negócios do Sicoob Central SC/RS, Olavo Lazzarotto, "o crescimento físico reforça o compromisso do Sicoob em ter um atendimento de excelência, prestado ao dono da cooperativa, que é o associado". Mas não significa que esta excelência é exclusiva ao espaço físico, completou o dirigente, "pois o Sicoob é destaque nacional em desenvolvimento de soluções tecnológicas que buscam oferecer mais qualidade ao atendimento digital".

Através do App Sicoob é possível se associar a uma cooperativa de crédito, com acesso a todas as soluções financeiras, de forma segura e com taxas justas - geralmente, abaixo da média do mercado.

O Sicoob dispõe de diversas opções de investimentos, desde Poupança até Fundos, passando pelos tradicionais RDC, LCA e LCI (Recibo de Depósito e Letras de Crédito). Também dispõe de crédito aos associados incluindo as linhas do BNDES e demais produtos como Cartões de Crédito, Cartões Benefícios, Consórcios, Previdência Privada, Soluções de Recebimento e Pagamento (como a maquininha Sipag, PIX, Boletos), serviços de Câmbio, entre outras soluções.

O gerente de Negócios do Sicoob Central SC/RS, Dangelo Dalla Rosa, "a associação a uma cooperativa financeira é uma alternativa ao sistema bancário tradicional e, entre outras vantagens, o associado, que é dono da cooperativa, além de ter produtos e serviços com taxas e juros menores do que a média do mercado, também participam das decisões por meio de assembleias e recebe de volta os resultados positivos".



Sindicato dos professores de SC opta pela suspensão da greve

Categoria, que na última sexta-feira havia votado a favor de um estado de greve para o próximo dia 18, voltou atrás


Em votação na noite desta terça-feira (16), os professores da rede pública estadual de ensino decidiram não paralisar as atividades em Santa Catarina. Na última sexta eles chegaram a votar a favor de um estado de greve, mas acabaram voltando atrás.


“A avaliação que se fez aqui na assembleia estadual, diferentemente do que foi feito na última sexta-feira, é que muitos trabalhadores estão sem trabalho ainda. Fica difícil discutir uma greve com uma categoria que não tem trabalho” justifica Luiz Carlos Vieira, coordenador do SINTE-SC.


Na próxima quinta o governo do Estado vai dar início ao ano letivo, estruturado em três modelos: 100% presencial, misto e 100% remoto – com o objetivo de respeitar os profissionais do grupo de risco e incluir as especificidades de cada escola.


Vieira ainda pondera que o quadro e as reivindicações entendidas na última sexta, não mudaram, o que aconteceu foi esse reposicionamento devido a condições extraordinárias.


Além do desemprego o coordenador ainda cita o lado Oeste do Estado onde 58 municípios, em função do agravamento do contágio da Covid-19, poderão ter aulas presenciais só a partir de março, pelo menos.


O impasse com os professores diz respeito especificamente ao retorno das aulas presencias na rede pública. Estava em discussão se os professores iriam iniciar uma greve como forma de protesto contra a volta às aulas presenciais sem que todos estivessem vacinados.


“A greve, se quisermos, podemos fazer entre cinco pessoas, mas ela precisa ter uma responsabilidade coletiva”, emenda.


Chuva de granizo deixa sete aves marinhas mortas e duas feridas em Florianópolis; 

Animais foram encontrados na Praia do Sambaqui. A maioria sofreu fraturas nas asas.


As tempestades com granizo registradas no fim de semana em Florianópolis deixaram sete aves marinhas mortas e duas feridas na Praia do Sambaqui. A maioria sofreu fraturas nas asas e não resistiu aos ferimentos.


Os animais foram encontrados por moradores do bairro e encaminhadas para reabilitação entre segunda (15) e terça-feira (16). O atendimento é feito pela equipe da Associação R3 Animal, por meio do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS).


As aves trinta-réis-bando sobreviventes seguem em tratamento nesta quarta-feira. Elas tiveram as asas enfaixadas e estão sendo monitoradas por veterinários.



Covid-19: Imbituba registra 37 infectados em 48 horas e Nova Brasília segue com mais casos; Prefeitura desmente fake news sobre vacinação


A Secretaria de Saúde de Imbituba, por meio de sua Vigilância Epidemiológica, registrou 37 novos casos da Covid-19 no município nos últimos dois dias, nesta segunda e terça-feira (16). Do total, 32 foram confirmados por exame laboratorial e, cinco, por teste rápido. Com os novos infectados, Imbituba ultrapassou os 5 mil casos registrados de covid-19, 4931 deles já curados, com 41 mortes pela doença.

Há quatro pessoas internadas com a doença na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital São Camilo. Já na enfermaria estão outros três infectados, e três aguardando resultado de exames.

Segundo a Prefeitura de Imbituba, há dias, tem sido divulgado nas redes sociais um falso cronograma de vacinação contra a Covid-19. A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA) enfatiza que esta informação é “falsa”. Nenhuma lista, com as datas de imunização e as faixas etárias dos próximos vacinados foi divulgada pelos órgãos oficiais do município. Todas as informações “OFICIAIS” serão divulgadas no site, no Facebook ou no Instagram da Prefeitura de Imbituba. 

Já no levantamento semanal, feito pela Vigilância Epidemiológica Municipal, Nova Brasília segue na liderança do ranking dos bairros com o maior número de infectados pelo novo coronavírus em Imbituba. Desde quando a pandemia foi iniciada no Brasil, em março de 2020, 616 pessoas da comunidade já contraíram a Covid-19.
 
O que também preocupa as autoridades de saúde do município é que outros dois bairros já ultrapassaram a marca dos 500 casos e seguem evoluindo entre os confirmados: Centro (519) e Vila Nova (540). 

Todos os bairros da cidade estão na lista da Vigilância Epidemiológica Municipal (vide tabela na galeria de fotos). A região sul do município continua com o menor número pacientes infectados pela Covid-19, como 520 casos confirmados: Guaiúba (171), Roça Grande (147), Boa Vista (68), São Tomaz (66) e Itapirubá (69). 


Laguna tem mais um morte registrada por covid-19

Laguna registrou nesta segunda-feira (15) mais uma morte em decorrência da covid-19. Com essa, a cidade chega a 52 óbitos causados pela doença desde o início da pandemia, em março do ano passado. A confirmação é da secretaria de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica. 

A vítima era uma mulher de 53 anos, moradora do bairro Ponta das Pedras. Até o momento, foram confirmados 13 novos casos positivos de covid-19 na cidade e nove pessoas receberam alta. Não existe nenhum caso suspeito. Atualmente, Laguna tem 94 pessoas com vírus ativo, que estão em tratamento.

Até esta terça-feira (16), a Amurel já tinha registrado 500 mortes relacionadas ao coronavírus. Os óbitos na região foram em Tubarão (215), Laguna (52), Braço do Norte (43), Imbituba (41), Capivari de Baixo (31), Jaguaruna (28), Gravatal (17), São Ludgero (10), Pescaria Brava (9), Pedras Grandes (9), Imaruí (8), Armazém (9), Sangão (6), Grão-Pará (6), Rio Fortuna (5), Santa Rosa de Lima (4), Treze de Maio (4) e São Martinho (3).



Após descoberta de abatedouro em Imaruí, açougue tem 15t apreendidas, é fechado e empresário preso por vender carne de cavalo por bovina


A Polícia Civil prendeu, em Tubarão, um empresário suspeito de vender carnes de cavalo e javali como se fossem bovinas e suínas, respectivamente. A ação também resultou no cumprimento de um mandado de interdição do açougue onde ele vendia os produtos. Além do empresário, a 2ª Vara Criminal de Tubarão determinou que a sócia-proprietária do estabelecimento, esposa do suspeito, também se abstenha de exercer a atividade. 


O caso foi descoberto após a Polícia Civil flagrar, em agosto de 2020, um abatedouro clandestino de cavalos em Imaruí. A investigação apurou indícios de que o local era mantido pelo empresário preso para abastecer o próprio açougue. Na ação no abatedouro, a polícia prendeu dois homens desossando dois cavalos. 


Na época, os acusados afirmaram à polícia que vendiam a carne de cavalo por R$ 7 o quilo para um açougue de Tubarão. Segundo a polícia, as investigações também apontaram que um dos proprietários da casa de carnes ofereceu quantia em dinheiro para que a dupla responsável pelo abate mentisse em seus depoimentos.


"Já tínhamos recebido algumas informações de que esse estabelecimento vendia carne fraudada, mas não conseguimos provas que indicassem isso. Em agosto, quando essa dupla foi presa, ambos acabaram confirmando que a carne dos cavalos abatidos era para o açougue", afirmou o delegado André Crisóstomo.

De acordo com a Delegacia de Delitos de Trânsito e Divisão de Crimes Ambientais (DTCA), amostras dos produtos vendidos no estabelecimento foram encaminhadas ao Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, em Brasília, que constatou a existência de carnes de cavalo e de javali. Os peritos confirmaram a fraude por meio de sequenciamento genético. 


O exame pericial apontou carne de cavalo na comercializada como bovina moída e a de javali nas linguiças vendidas como suínas. O casal dono do açougue poderá responder, segundo a Polícia Civil, por receptação qualificada e crimes de ordens de consumo e podem ser condenados de sete a 18 anos de prisão. 


Em diligência anterior no estabelecimento, a Polícia Civil já havia constatado uma série de irregularidades, como armazenamento de 15 toneladas de carnes estragadas com outras a serem comercializadas, peças inteiras e moídas sem identificação de procedência, além de precária higiene no local, o que causava forte odor pútrido. 


Empresário diz que denúncia é perseguição 


Em depoimento à Polícia Civil, o empresário negou que vendia carnes adulteradas. Ele argumentou que era alvo de perseguição de estabelecimentos concorrentes na cidade. 


"Ele negou qualquer prática ilícita, dizendo que isso era algo de concorrente querendo prejudicá-lo no negócio. Pedimos a prisão dele porque ao longo da investigação, tentou comprar testemunha s. Para assegurar o andamento do processo, representamos pela prisão preventiva, decretada pela Justiça", disse o delegado.



ACIDENTE: Jovem moradora de Imaruí morre e seu noivo fica ferido ao se chocarem com caminhonete na SC-437, na altura da Fazenda São Paulo


Um trágico acidente na tarde desta quarta-feira (17), em Imaruí, envolvendo uma caminhonete e uma motocicleta, tirou a vida de uma jovem de 24 anos, moradora da localidade Ribeirão de Imaruí.


Sabrina Lessa Silveira estava na carona da Honda Biz conduzida pelo seu noivo, de 21 anos, que, por volta das 15h, se chocou com uma caminhonete de cor branca, na rodovia SC-437, na altura da Fazenda São Paulo.


A jovem ainda chegou a ser atendida pelos Bombeiros de Imbituba com uma forte hemorragia na região da virilha e conduzida pelo helicóptero Águia da PM até o hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, mas não resistiu aos e faleceu horas depois.


Já o condutor foi socorrido pelos Bombeiros de Imaruí com suspeita de fratura no úmero de um dos braços e foi levado ao hospital São Camilo, sem risco de morte. 


Ciclone fará temperatura despencar e causará ventos fortes no Litoral; Cidades do Sul têm temporais e registraram alagamentos na quarta


Um ciclone extratropical, que se forma no Sul do país nessa quinta-feira (4), trará fortes ventos ao Litoral de Santa Catarina e baixas temperaturas para todo o Estado. Em algumas cidades, especialmente na Serra, os termômetros poderão marcar menos de 7ºC, em pleno verão. Há também alerta para as navegações, devido ao risco de ressaca no mar. 


Segundo a Epagri/Ciram, o ciclone vai se deslocar apenas sobre o Rio Grande do Sul, porém deve contribuir para a formação de uma frente fria que chegará a SC na sexta-feira (5), declinando as temperaturas.


Segundo alerta da Defesa Civil de SC, o mar também deve ficar bastante agitado, por conta do ciclone, com picos de ondas de 3,5 metros entre sexta-feira e sábado. Ainda pode ocorrer ressaca entre o Litoral Sul de SC e a Grande Florianópolis.


Na Serra, os termômetros podem marcar entre 7ºC e 8ºC em São Joaquim e Urupema na madrugada de sábado (6). O Oeste e o Sul de SC também podem ter temperaturas mais baixas, de até 13ºC.


Já as cidades litorâneas, que serão atingidas por rajadas de vento de até 60km/h devido ao ciclone, terão temperaturas mínimas mais amenas, que giram em torno de 17ºC a 18ºC nas regiões da Grande Florianópolis, do Vale do Itajaí e do Norte. 




Cidades do Sul de SC são atingidas por temporais e registram alagamentos

 


Após dias de tempo abafado, temporais intensos foram registrados nesta quarta-feira (3), dessa vez no Sul do Estado, com ocorrências de inundações e danos a residências. Criciúma foi uma das cidades mais afetadas pela chuva forte, vento e descargas elétrica.


O município registrou quedas de árvore, quedas de muros e telhados de casas e pontos de alagamento. Os casos já eram previstos pela Defesa Civil do Estado, que chegou a emitir um alerta com risco muito alto para a região.


“Foi uma situação bastante atípica, uma chuva que tomou proporções gigantescas. Tivemos duas casas com queda de telhado que quase matou famílias, muros que caíram em cima de carros, canos da Casan que estouraram, árvores que caíram no meio da rua”, afirma Rodrigo Darela, da Defesa Civil de Criciúma.


Segundo ele, ainda não havia um balanço dos danos causados pelo temporal até o início da noite desta quarta (3), uma vez que os danos foram tão grandes que toda a equipe do órgão segue empenhadas nas ruas, atendendo as ocorrências do município.



Falta de energia em diversos bairros


Além dos danos às casas, várias unidades de energia elétrica sofreram queda, deixando dezenas de milhares de pessoas sem energia elétrica.


As informações do início da noite apontam que os bairros da área central de Criciúma, como Ceará, Argentina, Lote Seis, São Cristóvão e Cruzeiro do Sul, sofreram as quedas de energia.


De acordo com a Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), 20% do município sem energia. A estimativa é de que cerca de 10 mil unidades consumidoras sofreram com o apagão. A proporção, contudo, foi ainda maior em outras cidades.



Ocorrências nas cidades vizinhas


Em Lauro Müller, mais de 95% das casas e estabelecimentos comerciais ficaram sem luz, o que representa 5.869 unidades consumidoras, segundo informações da Celesc.


Bombeiros também seguem trabalhando com ocorrências semelhantes. Uma das ocorrências foi de um capotamento de carro na BR-101, em que o motorista acabou ficando encarcerado no veículo.


Contudo, o SAMU prestou socorro, chegando em tempo menor do que os oficias, ainda no fim da tarde desta quarta (3).

O indicativo é de que a cidade do Sul tenha registrado 61 mm em um período de tempo de menos de duas horas, ocasionando as já alertadas inundações.


Além disso, o entorno também sofreu com os temporais, com cerca de 72 mm em uma lacuna de tempo semelhante no município de Nova Veneza, e uma quantia semelhante em Cocal do Sul.


Ou seja, na ocasião, choveram cerca de 72 litros de chuva por metro quadrado, volume considerado altíssimo, enquadrando-se na faixa vermelha, a mais alta, no mapeamento de precipitação da Epagri/Ciram.


Para evitar aglomerações, prefeito Rosenvaldo Júnior cancela atividades relacionadas ao Carnaval e suspende ponto facultativo


O Prefeito de Imbituba, Rosenvaldo Júnior, decidiu, nesta quarta-feira (03), em reunião com a equipe do Gabinete de Crise, cancelar as atividades relacionadas ao Carnaval 2021. Ao mesmo tempo, confirmou que não haverá ponto facultativo entre os dias 16 e 17 de fevereiro, como previa o calendário municipal. Os serviços da prefeitura funcionarão normalmente.


A decisão segue as orientações do Governo do Estado e acompanha a decisão de vários municípios do Brasil. Na reunião, estiveram presentes, além dos secretários, de Saúde, Turismo e Infraestrutura, o Comandante do Corpo de Bombeiro, Capitão André Araújo, da Polícia Militar, Tenente-coronel Luiz Carlos Cruz, o Delegado de Polícia Civil, Juliano Baesso, e o Coordenador da Defesa Civil Municipal, Moisés Carvalho.


Durante o encontro, ficou estabelecido que, tais eventos serão muito bem-vindos em Imbituba quando o plano de imunização contra a Covid-19 for executado na sua totalidade, conforme os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), garantindo, assim, a segurança coletiva.


“É importante ressaltar que estas medidas visam impedir as aglomerações, evitar uma sobrecarga no sistema de saúde. Sobrecarga que pode causar mais dor e sofrimento às famílias, em caso de contágio e evolução desta doença. Pedimos a compreensão dos moradores e visitantes neste momento”, enfatizou o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turístico, Henrique Melo.







03 de fevereiro 2021

(terça-feira) 


Pfizer e Anvisa irão se reunir para iniciar pedido de registro da vacina

 

A Pfizer e a Anvisa irão se reunir na quarta-feira, 2, para discutir o pedido de registro definitivo da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica em parceria com a BioNTech. A reunião tem como objetivo esclarecer a documentação necessária para início do processo.

 A informação foi divulgada pela CNN e confirmada por VEJA. Após a submissão do pedido, a Anvisa tem até 60 dias para emitir seu parecer. Até o momento, apenas a Fiocruz, responsável pela produção e distribuição da vacina de Oxford-AstraZeneca no país solicitou o registro definitivo da vacina contra a Covid-19. A Pfizer já iniciou o processo de submissão contínua na agência, que consiste no envio de dados técnicos dos estudos clínicos à Anvisa conforme forem gerados, de forma a acelerar a aprovação da vacina quando houver solicitação oficial do registro ou de autorização para uso emergencial. A empresa já enviou à agência os dados interinos dos estudos fase 1 e 2 e dados preliminares do estudo fase 3. Em 19 de janeiro, a Anvisa emitiu o certificado de boas práticas de fabricação para a quarta e última instalações fabril utilizadas pela  Pfizer para etapas de fabricação de vacinas contra a Covid-19. A etapa é fundamental para autorização dos imunizantes no Brasil. A Pfizer poderia entrar com o pedido de uso emergencial do imunizante no país, pois conduz a fase 3 de estudos clínicos no Brasil. Mas, em dezembro, o laboratório informou que não faria a solicitação devido às exigências do processo e que continuaria com a submissão continuada. A negociação para a compra de 70 milhões de doses da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Pfizer em parceria com a empresa alemã BioNTech, pelo governo federal, continua sem avanços. A farmacêutica informou que ainda aguarda uma decisão do governo brasileiro para estabelecer um contrato de fornecimento. Até o momento, o governo federal apenas assinou a carta de intenção de compra, mas não oficializou o acordo. A vacina já está aprovada e em utilização em diversos países incluindo Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e União Europeia. Resultados preliminares de fase 3 mostraram que a vacina tem 95% de eficácia contra a Covid-19.


Vacina russa Sputnik V é 91,6% eficaz em teste de estágio avançado


A vacina russa Sputnik V se mostrou 91,6% eficaz na prevenção do desenvolvimento da Covid-19 nas pessoas, de acordo com resultados de seu teste clínico de estágio avançado analisados pela comunidade científica e publicados no jornal médico internacional “The Lancet” (2).


Houve 16 casos registrados de Covid-19 sintomática entre pessoas que receberam a vacina desde que os testes começaram© Agustin Marcarian/Reuters Houve 16 casos registrados de Covid-19 sintomática entre pessoas que receberam a vacina desde que os testes começaram

Cientistas disseram que tais resultados significam que o mundo tem mais uma arma eficaz para combater a pandemia mortal e que justificaram até certo ponto a decisão de Moscou de distribuir a vacina antes de os dados finais terem sido divulgados.



Revogado o ponto facultativo do funcionalismo municipal de Tubarão para os dias 15 e 16 de fevereiro


O prefeito Joares Ponticelli decretou nesta terça-feira (2) a revogação do ponto facultativo para o funcionalismo municipal nos dias 15 e 16 de fevereiro. As datas constavam no calendário de feriados e pontos facultativos divulgados na última semana, quando estavam marcadas como a segunda e a terça-feira de carnaval.


A decisão de revogar o ponto facultativo nesses dois dias e manter em funcionamento o expediente de toda a prefeitura foi baseada em três situações: sugestão do Comitê Consultivo de Combate à Covid-19 como forma de evitar aglomerações nas praias, alinhamento das ações municipais com o Governo do Estado no combate à pandemia e como forma de amenizar os impactos negativos no setor produtivo e comércio local.


As demais datas dos feriados e pontos facultativos descritos no decreto número 5.536 publicado no dia 27 de janeiro permanecem inalterados.



Vacinação em SC: 70,5 mil pessoas foram imunizadas contra a Covid-19


Santa Catarina já aplicou um total de 70.558 doses da vacina contra o novo coronavírus. O balanço parcial de vacinação foi divulgado na tarde desta terça-feira, 2, pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) da Secretaria de Estado da Saúde. Foram imunizados profissionais de saúde que trabalham na linha de frente e demais grupos prioritários (pessoas idosas institucionalizadas, pessoas com deficiência institucionalizadas e população indígena).


Deste total de vacinados, 86% (61.114) são profissionais de saúde, seguido das pessoas idosas (6.310), população indígena (2.874) e pessoas com deficiência (260). Em um comparativo com o último balanço divulgado na sexta-feira, 29 de janeiro, houve um aumento de 14.422 no número de vacinados no estado.


“A vacina é mais um instrumento para o enfrentamento à Covid-19, mas estamos ainda no meio da pandemia. É importante manter os cuidados adotados até o momento, como lavagem das mãos, usar máscara e evitar aglomeração”, ressalta o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.


Para o superintendente de Vigilância em Saúde de Santa Catarina, Eduardo Macário, o estado tem conseguido imunizar a população, neste primeiro momento, em um ritmo satisfatório. “Temos conseguido levar as doses da vacina a todos os municípios catarinenses em um tempo adequado. Além disso, nossas equipes de saúde têm unido esforços para uma vacinação exitosa”, conclui o superintendente.


Participantes do Enem digital com covid-19 podem pedir reaplicação


Participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital que estão com sintomas de covid-19 ou outra doença infectocontagiosa e já estão com laudo médico podem solicitar a reaplicação do exame até sábado (6). Mesmo que tenham feito a prova do primeiro dia de aplicação, no último domingo (31), esses participantes não devem comparecer aos locais do exame no segundo dia de aplicação (7) para não contaminar os demais candidatos.


A solicitação deve ser feita pela Página do Participante. O Enem será reaplicado nos dias 23 e 24 de fevereiro. A reaplicação será na versão impressa para todos os candidatos, independentemente de terem se inscrito ou não para essa modalidade.


Segundo os últimos balanços divulgados pelo Inep, até o dia 24 de janeiro 18.210 candidatos do Enem impresso solicitaram a reaplicação por causa de doenças infectocontagiosas. Desses pedidos, o Inep aceitou 13.716. Até o último domingo, 174 participantes do Enem digital pediram para participar da reaplicação. Desses, 118 foram aceitos.


Além da covid-19, podem solicitar a reaplicação participantes com coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela.


De acordo com o Inep, para a análise da possibilidade de reaplicação, a pessoa deverá inserir, obrigatoriamente, no momento da solicitação, documento legível que comprove a doença. Na documentação devem constar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento. O documento deve ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.


Até junho: propostas prorrogam Auxílio Emergencial de R$ 600 até junho


Com o novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, contam ao menos três projetos de lei que solicitam o retorno do Auxílio Emergencial. Dentre os projetos a discussão é sobre o retorno dos pagamentos no valor de R$ 600.


Já com o novo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, também conta um projeto que pede a volta do benefício, mas com pagamentos de R$ 300, porém a medida também pede o retorno do estado de calamidade pública, o que permitiria ao governo o retorno a distribuição de renda sem limitar o teto de gastos.


De acordo com declaração de Arthur Lira à CNN nesta segunda-feira, o mesmo vai se empenhar na criação de um novo programa social, contudo o próprio deputado que defendia a prorrogação do Auxílio Emergencial durante sua candidatura a presidência da Câmara surpreendeu a população dizendo que o Brasil não aguenta pagar o auxílio a milhões de pessoas com o mesmo valor de antes.


Projetos de Lei


Diante de um cenário de forte pressão para o retorno do benefício, bem como da negativa por parte do presidente, ainda segue em tramitação 9 Projetos de Lei que pedem o retorno do Auxílio Emergencial, dentre esses projetos à medidas que pedem o retorno do benefício por mais seis meses, bem como pagamentos que podem variar entre R$ 300 e R$ 600.


Veja à seguir os projetos de lei que estão em trâmite:


Projeto de Lei 5.509/20


O projeto de Lei de autoria do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), pede as seguinte condições:


Prorrogação do Auxílio Emergencial com valor da parcela: R$ 600

Duração: Até 31 março de 2021

Situação: Aguardando liberação do presidente Câmara dos Deputados


Projeto de Lei 5.536/20


O projeto de Lei é de autoria do deputado André Janones – AVANTE/MG e pede as seguintes condições:


Prorrogação do Auxílio Emergencial com valor da parcela: R$ 600

Duração: Até 31 março de 2021

Situação: Aguardando liberação do presidente Câmara dos Deputados


Projeto de Lei 5.650/20


O projeto de Lei é de autoria do deputado Chiquinho Brazão (AVANTE-RJ) e pede as seguintes condições:


Prorrogação do Auxílio Emergencial com valor da parcela: R$ 600

Duração: Até 30 abril de 2021

Situação: Aguardando liberação do presidente Câmara dos Deputados


Projeto de Lei 5.514/20


O projeto de Lei é de autoria do deputado Fábio Henrique (PDT-PE) e pede as seguintes condições:


Prorrogação do Auxílio Emergencial com valor da parcela: R$ 600

Duração: Até 30 junho de 2021

Situação: Aguardando liberação do presidente Câmara dos Deputados


Projeto de Lei 4.715/20


O projeto de Lei é de autoria do deputado Jesus Sérgio – PDT/AC e pede as seguintes condições:


Prorrogação do Auxílio Emergencial com valor da parcela: R$ 300

Duração: Permanente

Situação: O projeto seria incorporado ao PL 4856/2019, que aguarda parecer do relator na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF).


Projeto de Lei 5.495/20


O projeto de Lei é uma iniciativa dos senadores Alessandro Vieira (CIDADANIA/SE) e Esperidião Amin (PP/SC) e pede as seguintes condições:


Prorrogação do Auxílio Emergencial com valor da parcela: R$ 300 ou R$ 600 (dependendo da situação do beneficiário)

Duração: Até 31 de março de 2021

Situação: Enviado à publicação no Senado


Projeto de Lei 2.920/20


O projeto de Lei é de autoria do deputado Capitão Alberto Neto – REPUBLIC/AM e pede as seguintes condições:


Prorrogação do Auxílio Emergencial com valor da parcela: R$ 600

Duração: 5 meses após aprovação

Situação: Aguardando avaliação e discussão no Senado


Projeto de Lei 5.494/20


O projeto de Lei é uma iniciativa dos senadores Rogério Carvalho (PT/SE) e Paulo Rocha (PT/PA) e pede as seguintes condições:


Prorrogação do Auxílio Emergencial com valor da parcela: R$ 600

Duração: Até 30 de junho de 2021


Situação: Aguardando avaliação e discussão no Senado


Ampliação da Medida Provisória 1.000/20


Valor da parcela: R$ 600

Validade: Até 31 de março ou 30 junho de 2021

Situação: Sugerido para análise de “forma extraordinária”



Municípios de Santa Catarina registram recorde de volume de chuva em janeiro

Grandes volumes de chuva em todas as regiões de Santa Catarina, com recordes em alguns municípios./

O balanço foi divulgado nesta terça-feira, 2, pelo setor de Meteorologia da Epagri/Ciram./

Em algumas localidades choveu mais do que o dobro da média de janeiro e o maior registro foi de 686,4 milímetros em Florianópolis, como destaca a meteorologista da Epagri/Ciram, Laura Rodrigues./

O recorde de Florianópolis até então era de janeiro de 2018, quando choveu 652 mm./

Os municípios de Urupema, Urubici e Rancho Queimado também apresentaram recordes para o mês de janeiro. Outras cidades que tiveram volumes atípicos de chuva foram Joinville, Schroeder e Garuva



02 de fevereiro 2021

(terça-feira) 

Coronavírus em SC: Governo do Estado reforça protocolos de cuidados com variantes do vírus


Secretaria da Saúde elaborou ainda um protocolo seguro para os profissionais envolvidos no atendimento dos pacientes de Manaus


O Governo do Estado tem reforçado com profissionais da saúde protocolos de cuidados sobre as novas variantes do vírus SARS-CoV-2. A Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC), enviou um documento às equipes com as medidas que devem ser adotadas para identificar possíveis mutações. Também foram redobrados cuidados com os profissionais que terão contato com pacientes transferidos de Manaus.


Para receber esses, a Secretaria da Saúde de Santa Catarina elaborou um protocolo seguro para os profissionais envolvidos no atendimento. As medidas que incluem testagem regular visam reforçar a biossegurança de Santa Catarina durante esse apoio.


Além disso, há uma orientação sobre a conduta das equipes de vigilância em saúde na hora de avaliar os casos suspeitos de Covid-19, no sentido de se verificar o histórico de viagens dos pacientes. As regiões de risco citadas são África do Sul, Reino Unido e a região Norte do Brasil – Tocantins, Pará, Amapá, Roraima, Amazonas, Acre e Rondônia.


Nesses casos, as amostras coletadas deverão ser encaminhadas para o Laboratório Central de Santa Catarina, (Lacen/SC), que encaminhará ao laboratório de referência Fundação Osvaldo Cruz (FIOCRUZ/RJ) para identificação de novas variantes.


Até o momento, Santa Catarina identificou seis casos suspeitos que estão em investigação, dos quais dois já foram descartados e quatro ainda estão aguardando resultado pelo laboratório de referência.


No caso das equipes que acompanham os pacientes vindos de Manaus, a orientação é para testagem constante dos profissionais, além de adotar todos os protocolos de biossegurança.


Santa Catarina já realizou até o momento 768.479 testes RT-PCR, 664.227 rápidos e há quase cinco mil em análise no Lacen.


O Governo do Estado reforça que é importante que a população continue fazendo sua parte na prevenção, colaborando com o distanciamento social, evitando aglomerações, usando máscara e fazendo a lavagem constante de mãos.



Três pessoas são presas após roubo a padaria em Orleans


A Polícia Militar de Orleans foi informada pela Central de Emergências que dois homens efetuaram um roubo com faca em uma padaria no bairro Rio Belo. A ocorrência foi registrada por volta das 19h30 desta segunda-feira (1).


A vítima informou que dois homens entraram na padaria armados com uma faca e levaram certa quantia em dinheiro. Pelo vídeo de segurança é possível identificar G. C. F. vestindo um moletom de cor vermelho e com uma faca e F. P. logo abaixo. Os ladrões fugiram em um Fiat/Uno branco de quatro portas em direção à Rua Lions Clube.


Após o ocorrido, os policiais foram até Lauro Muller e viram o veículo na Rodovia SC-390, próximo à comunidade do Oratório. Durante a abordagem foram identificados os autores como sendo J.F.D.F., G.C.F. e F. P. O veículo estava com as placas adulteradas com fita isolante.


Então foi dado voz de prisão aos autores e levados à Delegacia de Polícia de Urussanga, enquanto que o veículo foi recolhido por estar com débito de licenciamento e sinais de identificadores adulterados. A arma utilizada no crime, dinheiro e moletom não foram localizados.


Os policiais também reconheceram que o veículo FIAT/UNO é o mesmo utilizado no roubo a um motoboy no Loteamento Paraíso, em Orleans, no dia 27/01/21 e à Casa do Vinho, em Urussanga, também na noite de segunda-feira (1).


Vacinação em SC: Governo do Estado distribui segunda dose da vacina CoronaVac aos municípios nesta terça-feira


A Secretaria de Estado da Saúde (SES-SC) confirmou que nesta terça-feira (02), irá encaminhar 71.040 novas doses da vacina Sinovac/CoronaVac aos municípios.


Os imunizantes serão enviados às 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVES) de Santa Catarina na Grande Florianópolis, Tubarão, Itajaí, Blumenau, Joinville, Jaraguá do Sul, Videira, Joaçaba, Concórdia, Xanxerê, Chapecó, Criciúma, Araranguá, Mafra, Lages, Rio do Sul e São Miguel do Oeste.


A logística em relação às rotas de entregas será mais uma vez organizada pela SES, com apoio das forças de Segurança Pública de Santa Catarina, que farão a escolta da carga.


O envio terá início a partir das 7h30 no centro de distribuição da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), em São José. Para as localidades de Chapecó, São Miguel do Oeste, Xanxerê, Concórdia, Joaçaba e Videira as vacinas serão encaminhadas por via aérea.


O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, destacou a agilidade da distribuição das vacinas no Estado, permitindo que todas as regionais recebam o insumo o quanto antes para a aplicação da segunda dose aos profissionais de saúde. “O Estado não tem medido esforços para garantir que esse material seja entregue às regionais, e consequentemente, aos municípios, o quanto antes. Permitindo assim que possamos rapidamente avançar nas etapas de imunização”, reforçou.


Essa nova remessa atende aos municípios, conforme deliberação realizada entre gestores municipais e corpo técnico da SES em reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI). Ela servirá para a segunda dose de vacinação dos profissionais de saúde na linha de frente contra a Covid-19 e demais grupos prioritários.


A primeira dose começou a ser aplicada no dia 18 de janeiro, poucas horas depois da chegada da primeira remessa do imunizante ao Estado. A Secretaria de Estado da Saúde (SES-SC) confirmou que nesta terça-feira (02), irá encaminhar 71.040 novas doses da vacina Sinovac/CoronaVac aos municípios.


Os imunizantes serão enviados às 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVES) de Santa Catarina na Grande Florianópolis, Tubarão, Itajaí, Blumenau, Joinville, Jaraguá do Sul, Videira, Joaçaba, Concórdia, Xanxerê, Chapecó, Criciúma, Araranguá, Mafra, Lages, Rio do Sul e São Miguel do Oeste.


A logística em relação às rotas de entregas será mais uma vez organizada pela SES, com apoio das forças de Segurança Pública de Santa Catarina, que farão a escolta da carga.


O envio terá início a partir das 7h30 no centro de distribuição da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), em São José. Para as localidades de Chapecó, São Miguel do Oeste, Xanxerê, Concórdia, Joaçaba e Videira as vacinas serão encaminhadas por via aérea.


O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, destacou a agilidade da distribuição das vacinas no Estado, permitindo que todas as regionais recebam o insumo o quanto antes para a aplicação da segunda dose aos profissionais de saúde. “O Estado não tem medido esforços para garantir que esse material seja entregue às regionais, e consequentemente, aos municípios, o quanto antes. Permitindo assim que possamos rapidamente avançar nas etapas de imunização”, reforçou.


Essa nova remessa atende aos municípios, conforme deliberação realizada entre gestores municipais e corpo técnico da SES em reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI). Ela servirá para a segunda dose de vacinação dos profissionais de saúde na linha de frente contra a Covid-19 e demais grupos prioritários.


A primeira dose começou a ser aplicada no dia 18 de janeiro, poucas horas depois da chegada da primeira remessa do imunizante ao Estado.


Secretário Nacional da Pesca ouvirá reivindicações do setor pesqueiro em Laguna

Reunião está prevista para acontecer na Associação dos Policiais e Bombeiros Militares Lagunenses, no bairro Vila Vitória, às 18h. Autoridades municipais e estaduais também devem participar do encontro.


O secretário Nacional de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, voltará a se reunir com o setor pesqueiro de Laguna e região para ouvir as reivindicações da classe. A visita do gestor ocorre nesta quarta-feira, 3.


A reunião está prevista para acontecer na Associação dos Policiais e Bombeiros Militares Lagunenses, no bairro Vila Vitória, às 18h. Autoridades municipais e estaduais também devem participar do encontro.


Antes, o secretário deve participar de uma coletiva de imprensa pela manhã. Em julho do ano passado, Seif Junior também esteve na cidade se reunindo com o setor.


Rede Municipal de Ensino de Imbituba está com matrículas abertas para o ano letivo 2021


Estão abertas as matrículas na Rede Municipal de Ensino, para o ano letivo de 2021, seguindo as orientações e decretos relacionados a pandemia do novo coronavírus. Os agendamentos nas instituições escolares de Imbituba devem ser feitos da seguinte forma:


Educação Infantil (para crianças com 4 anos completos até 31/03/2021): Deverão fazer o agendamento, na escola ou creche municipal mais próxima de sua residência que tenha a turma e a vaga disponível, para efetuar a matrícula.


Ensino Fundamental (para crianças com 6 anos completos até 31/03/2021):  Deverão fazer o agendamento na escola que tenha a turma e a vaga disponível, para efetuar a matrícula.


Intenção de vagas para Educação Infantil


Cadastro na fila de intenção de vagas para Educação Infantil (crianças de 6 meses a 3 anos): Permanece aberto, podendo ser realizado pelo aplicativo “Nina”, no site da Prefeitura de Imbituba (www.imbituba.sc.gov.br), no Portal do Cidadão. 


Para os que já estão cadastrados, os mesmos permanecem na fila para o ano seguinte. Caso haja dúvidas, os telefones de contato são (48) 32555995 ou (48)  99932041 e (48) 9999-3204 (WhatsApp).


Contato das Escolas e Creches para agendamento:


C. E. I. Angela Amim (Conveniada) – Centro


999932041


32555995


C. M. E. I. Alceu Rochadel - Vila Nova Alvorada


999931723


32558171


C. M. E. I. Altona – Nova Brasília


999931636


33553356


C. M. E. I. Cidália Soares Menezes - Roça Grande


999931398


32556583


C. M. E. I. Clara Heitch Soares – Guaiúba


999932154


33560409


C. M. E. I. Coração de Mãe – Ibiraquera


999931427


32557892


C. M. E. I. Domingos Frasson - Boa Vista


999931699


32555898


C. M. E. I. Juci de Souza dos Santos – Arroio


999931680


32553177


C. M. E. I. Laura Perfeito - Vila Nova


999931838


32558115


C. M. E. I. Maria Lopes da Silva (Dona Pequena) - Vila Santo Antônio


999931793


32552391


C. M. E. I. Maria Virginia Soares - São Tomaz


999931694


32559118


C. M. E. I. Marilene Polachini - Vila Alvorada


999931738


32550065


C. M. E. I. Menino Deus - Sambaqui


9999312185


32556480


C. M. E. I. Moacyr Orige - Vila Esperança


999931426


 32550068


C. M. E. I. Prof.ª Doraci de Souza Spillere – Araçatuba


999932128


32554806


C. M. E. I. Raios de Sol - Centro


999931714


32552089


Centro de Educação Aquarela do Saber (Conveniada) – Campestre


999932041


32555995


E. B. M. Basileu José da Silva - Campo de Aviação


999931435


32551244


E. B. M. Deputado Joaquim Ramos - Paes Leme


999932068


32550185




E. B. M. José Vanderlei Mayer - Vila Nova Alvorada


999932048


32553278


E. B. M. Pe. Dr. Itamar Luis da Costa – Guaiúba


999932245


33560979


E. M. Etelvina de Souza Pereira - Vila Santo Antônio


999931634


32550658


E. M. Profª Belarminda de Souza Pires – Campestre


999931608


32552470


E. M. Profª Herminia de Souza Marques - Alto Arroio


999931921


33560983


E. M. Terezinha Pinho de Souza – Arroio


999932014


32556612


E. M. Ugero Pittigliani - Boa Vista


999932203


32552260


01 de fevereiro 2021

(Segunda-feira) 


Arrecadação de SC bateu marca histórica de R$ 3 bilhões em janeiro

01/02/2021

Deste total, quase 97% equivalem à arrecadação própria do Estado.


Enquanto a União amarga o pior desempenho de arrecadação da década em 2020, Santa Catarina chega à marca inédita de R$ 3 bilhões arrecadados neste início de 2021. O mês de janeiro registrou o valor inédito até esta sexta-feira (29). Deste total, quase 97% equivalem à arrecadação própria do Estado.


Entre os setores que mais se destacaram no mês está o de material de construção, com acréscimo de 51,6%. Na sequência vêm os setores metalmecânico (36%), os supermercadistas (29,8%) e a indústria têxtil (27,8%). Destaque na arrecadação estadual, o setor de combustíveis registrou alta de 10,2% em janeiro.


“Este desempenho tem relação direta com a atividade e presença fiscal. Não se trata de conjuntura. Se fosse assim outros estados e a União também registrariam crescimento. Considerando 2020, crescemos 2,3% na arrecadação anual total e 2,6% na arrecadação anual do ICMS, enquanto na União o resultado foi negativo em 6,9%, o pior da década”, avalia o presidente do Sindicato dos Fiscais da Fazenda do Estado de SC (Sindifisco/SC), José Antonio Farenzena.


A título de comparação, os vizinhos Paraná e Rio Grande do Sul também amargaram perdas em 2020, segundo dados do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). A economia paranaense encerrou o último ano com resultado negativo de 0,5%. Já os gaúchos registraram perda de 1,5% na arrecadação em 2020 na comparação com 2019.


“O mérito é compartilhado com a classe empresarial, enfatizando a saúde financeira dos contribuintes, a capacidade técnica dos trabalhadores, a parceria com os profissionais de contabilidade, o trabalho da Procuradoria-Geral do Estado e o comprometimento dos servidores da Receita Estadual”, comemorou a diretora em exercício de Administração Tributária (DIAT) da Fazenda estadual, Karla Barbosa.


Histórico


Farenzena recorda que a marca do primeiro R$ 1 bilhão mensal arrecadado foi em 2009, e que por conta de sucessivas crises foram necessários sete anos para dobrar o número e chegar a R$ 2 bilhões, o que aconteceu em dezembro de 2016.


O crescimento contínuo da arrecadação não está atrelado ao aumento de impostos. Santa Catarina manteve as alíquotas mesmo enquanto mais de 20 estados o fizeram no auge da recessão econômica de 2015 e 2016. “O fisco catarinense não tributa mais em época de crise, e sim inova mais e se supera ano a ano”, diz.


Desempenho


Não é de hoje que o Fisco catarinense é referência nacional positiva. E foi justamente o trabalho consolidado da administração tributária estadual que fez a diferença na rápida recuperação da economia catarinense após o primeiro abalo da pandemia.


A manutenção das atividades mesmo com a pandemia e as novidades como a Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor (NFC-e) e o aplicativo Malhas Fiscais colaboraram diretamente para o bom desempenho no resultado de 2020.


“O Fisco vem provendo o que é necessário para manutenção dos investimentos públicos. O trabalho não parou e o resultado é uma situação fiscal positiva em Santa Catarina, apesar da conjuntura, inclusive com recordes batidos ao longo do ano”, completa Farenzena.


Com informações do site TNSul




Com tarifa a R$ 2,10, cobrança de pedágio na BR-101 começa em março

01/02/2021

À frente da rodovia federal desde agosto, concessionária realiza melhorias e irá oferecer serviços até a data.


Em menos de 60 dias, quem trafega pela BR-101, precisará abrir a carteira. A expectativa da CCR ViaCosteira, que administra a rodovia federal, é iniciar a cobrança do pedágio a partir da segunda quinzena de março.


E o preço também já está definido: R$ 2,10. A empresa venceu o leilão de concessão, ao oferecer R$ 1,97. Porém, o valor era referente à data do certame, realizado em fevereiro do ano passado. A atualização é feita com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A CCR ViaCosteira ainda só não confirma o preço, pois precisa da aprovação do órgão regulador.


Em contrapartida, quem passa pela rodovia federal, também já nota uma “outra” BR-101. Mais do que as obras das praças de pedágio, equipes da CCR ViaCosteira estão espalhadas por todos os 220 quilômetros da concessão, realizando a revitalização não apenas da estrada, mas todo o seu contexto. “Revitalizamos, em cinco meses, 20 passarelas.


Totalmente revitalizadas. 14 de concerto, E seis metálicas. Executei 60 mil toneladas de pavimento asfáltico. Recuperamos 3 mil placas. Substituímos 2 mil laminas de defensa, que correspondem a quase 10 quilômetros de defensa metálica já devidamente reparada. Além disso, a gente já recuperou 220 obras de arte. Viadutos, pontes. Já implantamos cerca de 16 quilômetros de tela ofuscante. E já recuperamos quase 140 quilômetros de iluminação, incluindo a Ponte de Laguna”, destaca o diretor-presidente da CCR ViaCosteira, Fausto Camilotti.


Trabalho realizado


Em contrato, para que a cobrança de pedágio seja realizada, a concessionária precisa cumprir uma série de exigências da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Um dos próximos passos, é o início do atendimento de socorro médico e mecânico. “No início de fevereiro, já iniciamos o socorro médico e mecânico, 24 horas na estrada. Guincho leve, guincho pesado, recurso para eliminar incêndio, viatura que percorre a rodovia 24 horas avaliando toda a estrutura e prestando o primeiro atendimento. Se tem uma pane mecânica, troca de pneus, pane elétrica. É o primeiro a chegar. E também as situações mais críticas como um acidente de trânsito. Temos duas UTIs. No atendimento médico, temos a obrigação de chegar em 15 minutos. A logística que eu coloquei à disposição do cliente, chega em qualquer lugar da rodovia em um tempo médio de oito minutos”, adianta.


O início do atendimento é um dos últimos ritos antes que a cobrança passe a ser realizada. “Eu tenho que apresentar um programa robusto de segurança viária antes de iniciar a cobrança. Tenho que apresentar um levantamento detalhado dos passivos ambientais. Aprovação formal das licenças das vistorias que ocorrem nas praças de pedágio. E só com a posse de todos os elementos, a ANTT local sobe toda a documentação para Brasília e pauta isso em uma reunião de diretoria geral. E com a aprovação da diretoria, com a aprovação de tudo isso, é publicado no diário oficial. E eles são rigorosos. Tem que olhar todos os elementos. Temos feito reuniões semanais. Quando tem algum aspecto não atendido, é pautado, para que nós possamos corrigir a tempo. Regulariza, para que na entrega final, não tenha nenhum elemento que não esteja atendido”, conta.


“Da mesma forma que a ANTT nos fiscaliza, tem outros órgãos. Estamos falando de Tribunal de Contas da União, Ministério Público. Essas entidades que nos fiscalizam e monitoram, não só a execução dos serviços que nós temos como obrigação executar, mas também os órgãos reguladores que fiscalizam o contrato”, completa.


Em prol da segurança


A operação da CCR ViaCosteira na BR-101 Sul iniciou em agosto de 2020, com uma série de demandas. “Na data de início da nossa atuação aqui na 101, a gente já começa administrando os dois túneis [Tubarão e Paulo Lopes]. E junto a isso, já trazendo para cá, toda a carga do que chama da etapa dos trabalhos iniciais, que prevê a recuperação. Tem que revitalizar todo o pavimento, substituir placas. Não pode ter nenhuma placa amassada, danificada. Tem que fazer implantação dos todos os elementos de segurança, guard rail, tela antiofuscante. Há também um compromisso de manutenção de todos os viadutos, passarelas, iluminação pública. E aí, evidentemente, a construção das quatro praças. Tem que atender todos parâmetros que estão no contrato, daquilo que está normatizado, tem alguns itens que são pautados em norma técnica” afirma o diretor-presidente.


Exigências que visam, em primeiro lugar, a segurança de quem passa pela rodovia. “Buraco não pode existir, não pode ter deformação plástica. Tem o IGG, índice do Dnit que trata a gravidade global do pavimento, então não pode ter deformação. Não pode ter nenhuma situação que possa promover risco ao usuário. Placas, a mesma coisa. Pintura também. Esses elementos tem quem estar totalmente recuperados atendendo nas normas técnicas”, conta Camilotti, revelando que nas rodovias do Rio Grande do Sul, onde a CCR também atua, o volume de vítimas fatais teve uma redução de 32%.


Promessa de não ter gargalos


As quatro praças de pedágio, localizadas São João do Sul, Araranguá, Tubarão e Laguna, seguem em construção. A mais ao Sul do Estado, terá 12 cabines de cobrança. As demais, 14.


E por contrato, as praças não podem gerar grandes gargalos. “Tem uma premissa no contrato que diz que não pode existir filas que excedam 200 metros em dias comuns, e em dias atípicos, como fins de semana no verão, ou aproximação de feriado prolongado, não pode ter filas que excedam 400 metros. É estimado o volume, olha o pico, distribui no ábaco, avalia a demanda, especialmente nos períodos de pico e dimensiona de acordo com a premissa”, explica Camilotti.


Bases de atendimento


Além das praças de pedágio, a concessionária terá seis bases, e em quatro delas, haverá o serviço de atendimento ao usuário. “Terá fraldário, sanitário para portador de necessidades especiais, cozinha, mapa de informação, recepção, totem que possibilita ao usuário interagir. Não vão ficar com as praças. Ficam em locais distintos. Na praça também há a possibilidade. É um interesse da CCR”, conta Camilotti.


Um veículo também ficará em trânsito durante todo o dia, seja para conferir possíveis problemas na estrada, ou prestar os primeiros atendimentos. “Imediatamente ela estabelece contato com a sala de controle. E uma novidade aqui é o aplicativo. Pode baixar o app com base Apple ou Android e também nos acionar, solicitar recurso, interage com a concessionária e registra elogios, reclamações”, explica.


Cartões-postais


Mais do que a rodovia, os trabalhos da concessionária incluem cartões-postais da região, como os túneis e a Ponte Aniat Garibaldi, em Laguna. “Os dois tuneis estão recebendo iluminação LED, além de todas as revitalizações que foram feitas. Eu tenho, nesses dois túneis, jatos, sistema de combate a incêndio recuperado. Nova iluminação. Tem que ter um outro tratamento. Se o usuário quebra dentro, tem a ausência de sinal de celular. Então ele tem que ter uma estrutura de atendimento diferenciada”, afirma.


Já quanto à ponte, é dar ainda mais destaque à estrutura. “Eu estou querendo fazer isso e acho que tem que fazer até em respeito à história do estado. Acho a ponte, primeiro, que é uma ponte linda, com cabos estaiados. Respeito as atividades que estavam sendo feitas anteriores a nossa chegada, mas a iluminação estava apagada. Não funcionava mais. A ponte não tinha manutenção que ela necessitava. Quem passa por ali, depois da nossa chegada, já deve ter reparado que as barreiras foram recuperadas. Tem faixa reflexiva. Iluminação pública revitalizada”, completa.




Santa Catarina recebe 11 pacientes de Manaus para tratamento da Covid-19

31/01/2021

Amazonenses chegaram na madrugada deste domingo.



A chegada a Santa Catarina por volta das 02h25 da madrugada deste domingo, 31, renova a esperança de 11 pacientes de Manaus que vão continuar o tratamento da Covid-19 no Estado. Depois de cinco horas de voo, o jato executivo da Força Aérea Brasileira (FAB) pousou em Florianópolis. E, no pátio da Base Aérea, teve início a operação de transporte dos pacientes para os hospitais Nereu Ramos e Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago, na Capital.



Por conta da grave crise enfrentada no estado amazonense, com o sistema de saúde colapsado e falta de insumos para o tratamento da Covid-19, Santa Catarina ofereceu auxílio para o tratamento dos doentes. “São brasileiros que precisam da nossa ajuda e que poderão contar com a solidariedade dos catarinenses na luta pela vida. Desejamos que todos se recuperem e possam, em breve, retornar curados para suas famílias e seus lares”, afirma o governador Carlos Moisés.


Solidariedade e atenção aos catarinenses


O secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, destaca que, com planejamento e ação, foi possível mais que dobrar a oferta de leitos de UTI para o tratamento da Covid-19 no Estado. Por conta disso, a rede catarinense tem condições de receber os pacientes de Manaus sem deixar de atender aos catarinenses.


“O resultado de todo esse trabalho e esforço coletivo é o que nos permite, neste momento, estender a mão para apoiar quem está passando por sérias dificuldades causadas por esta grave crise sanitária. Santa Catarina está ajudando a salvar a vida de outros brasileiros com a solidariedade, que é marca do nosso povo, e porque vem combatendo a pandemia com muito trabalho e responsabilidade”, conclui Ribeiro.


Para os parentes que ficaram no Amazonas, esse gesto de solidariedade significa esperança. É o sentimento de Elder Mourão, 29, no momento da transferência do irmão para Santa Catarina. “A gente percebe que aqui o hospital está muito lotado, a situação é delicada e essa transferência é a nossa única esperança”, afirma.



Protocolos de Segurança


Para receber os pacientes que vieram de Manaus, a Secretaria da Saúde de Santa Catarina elaborou um protocolo seguro para os profissionais envolvidos no atendimento. As medidas que incluem testagem regular visam reforçar a biossegurança de Santa Catarina durante esse apoio.


De Manaus para Santa Catarina


O voo com os pacientes decolou às 20h15 (horário local) da base da Força Aérea Brasileira (FAB), no aeroporto Ponta Pelada, em Manaus. A chegada em Santa Catarina mobilizou cerca de 50 pessoas entre profissionais de saúde, bombeiros e policiais militares. Eles atuaram na recepção e transporte dos pacientes, bem como em equipes de retaguarda nos hospitais para iniciar o tratamento nas unidades de saúde catarinenses.


No pátio da base da Força Aérea Brasileira (FAB), em Florianópolis, 11 ambulâncias de suporte básico e avançado estavam preparadas para fazer o transporte dos pacientes até os hospitais. Dos 11, oito foram para o Hospital Nereu Ramos e três para o Hospital Universitário (HU). As viaturas foram escoltadas pela Polícia Militar durante o trajeto.


Dos pacientes, quatro são mulheres e sete são homens, com idades entre 33 e 55 anos. De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, são pacientes clínicos, que neste primeiro momento não precisarão de tratamento intensivo.



“Preparamos toda a logística de transporte da base aérea até os hospitais para garantir o suporte necessário a todos os pacientes. Esta é mais uma ação do Governo de Santa Catarina em prol de brasileiros que encontrarão aqui o atendimento que precisam”, disse o tenente-coronel BM, Diogo Losso, que comandou a operação durante a madrugada deste domingo, 31.


De acordo com o superintendente do Ministério da Saúde em Santa Catarina, Rogério Mendes Ribeiro, o estado catarinense tem totais condições de receber e tratar dos pacientes. “São 11 pessoas que precisam de atendimento emergencial e este quantitativo não impacta em absoluto no cuidado da população catarinense”, frisa Ribeiro.



Santa Catarina atinge 6.325 mortes por Covid-19

31/01/2021

No Estado, 15.949 pacientes estão em monitoramento.

Há 575.616 casos confirmados de Covid-19, sendo que 553.342 se recuperaram e 15.949 estão em acompanhamento. O balanço foi divulgado neste sábado, 30. A doença respiratória causou 6.325 mortes no estado desde o início da pandemia. A taxa de letalidade é de 1,1%.


Há 27 óbitos a mais em relação à última atualização diária. O total de confirmados cresceu 2.512, enquanto 2.278 pessoas passaram a se enquadrar nos critérios para serem consideradas recuperadas. Registrou-se uma alta de 207 no número de casos ativos.


Casos de infecção pelo novo coronavírus já foram confirmados em todos os 295 municípios de Santa Catarina e 270 têm registro de ao menos um óbito. O Governo do Estado estima que haja 283 com casos ativos. A maior quantidade de pacientes que já confirmaram infecção está em Joinville, que registra 53.625 casos. Em seguida, estão Florianópolis (50.409), Blumenau (30.399), São José (22.813), Criciúma (21.070), Palhoça (16.905), Balneário Camboriú (16.801), Itajaí (16.011), Brusque (15.610) e Chapecó (15.585).


Atualmente, há 1.527 leitos de UTI ativos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado, dos quais 1.128 estão ocupados, sendo 443 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. A taxa de ocupação geral é de 73,9% e há 399 leitos vagos atualmente.





29 de janeiro 2021

(Sexta-feira) 


Laguna e Tubarão registram mais óbitos relacionados ao coronavírus e Imbituba registra 34 novos casos nesta quinta-feira (28)


e

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA), através da Vigilância Epidemiológica, confirmou, nesta quinta-feira (28), 34 novos casos da Covid-19 em Imbituba. Todos foram confirmados por teste rápido.   

 

LISTA DE INFECTADOS POR BAIRRO:   

Alto Arroio – 01

Centro – 05 

Guaiúba – 01

Ibiraquera – 01 

Itapirubá - 01

Nova Brasília – 06 

Paes Leme – 07

Roça Grande - 02

Vila Nova - 02

Vila Nova Alvorada – 04 

Vila Alvorada - 01

Village – 03

 

LAGUNA E TUBARÃO REGISTRAM MAIS ÓBITOS RELACIONADOS AO CORONAVÍRUS

 

O número de mortes provocadas pela Covid-19 subiu em Laguna e Tubarão nesta quinta-feira (28). As vítimas foram dois homens, de 65 e 55 anos, respectivamente.

Laguna soma 50 óbitos e 3.460 casos. Deste total, 3.332 estão curados. Outras 24 pessoas aguardam os resultados dos exames.


Em Tubarão, foram 209 mortes e 14.781 casos até o momento. A quantidade de curados está em 14.238. Dezenove moradores do município estão hospitalizados, 14 deles na UTI.



A Amurel contabiliza 481 óbitos por coronavírus: Tubarão (209), Laguna (50), Braço do Norte (41), Imbituba (38), Capivari de Baixo (30), Jaguaruna (27), Gravatal (17), Pescaria Brava (9), Pedras Grandes (9), São Ludgero (9), Imaruí (8), Armazém (6), Sangão (6), Grão-Pará (6), Rio Fortuna (5), Santa Rosa de Lima (4), Treze de Maio (4) e São Martinho (3).



FERIADO DO CARNAVAL 2021 ESTÁ MANTIDO EM SANTA CATARINA



Mesmo com o cancelamento das festas de carnaval mais tradicionais em Santa Catarina por conta da pandemia de coronavírus, o ponto facultativo para a data da festa está mantido pelo governo estadual. Vale lembrar que a data de Carnaval não é considerada feriado oficial em Santa Catarina, tampouco no país. O entendimento pode mudar de acordo com cada prefeitura (veja abaixo).


Conforme o calendário do governo catarinense, as datas de 15 e 16 de fevereiro (segunda e terça-feira) de 2021 constam como pontos facultativos, o que significa que o trabalho nos órgãos públicos estaduais será opcional. O dia 17 (quarta-feira de Cinzas) será considerado ponto facultativo até as 14h.


Neste ano, por conta da pandemia, as principais festas de carnaval no Estado foram canceladas pelas prefeituras, como é o caso de Florianópolis, Balneário Camboriú e Laguna – três dos principais destinos durante a folia no Estado.


A definição dos pontos facultativos pelo governo estadual pode ter entendimento diferente no caso das prefeituras.


Carnaval 2021 em Balneário Camboriú


Em Balneário Camboriú, por exemplo, o dia 16 de fevereiro (terça-feira) será feriado municipal. Já os dias 15 e 17 de fevereiro terão ponto facultativo.


Carnaval 2021 em Florianópolis


Já em Florianópolis a prefeitura informou que os serviços públicos municipais não terão ponto facultativo, tradicionalmente dado na segunda (15), terça (16) e quarta-feira (17) de carnaval, já que as festas de carnaval estão canceladas.


Além disso, de acordo com o muncípio, a prefeitura precisará dos serviços disponíveis em fevereiro por conta da vacinação e atendimentos relacionados à pandemia.


Carnaval 2021 em Laguna


Segundo a assessoria da prefeitura de Laguna, no Sul catarinense, ainda não há definição se a data do carnaval terá ou não ponto facultativo na cidade.


Carnaval 2021 em Imbituba


Em Imbituba, também no Sul, onde estão destinos como a Praia do Rosa, a prefeitura também informou, por meio da assessoria de imprensa, que ainda não decidiu sobre o ponto facultativo no carnaval. O assunto será discutido em uma reunião na próxima semana.


Carnaval 2021 em Blumenau


Na cidade de Blumenau, no Vale do Itajaí, a prefeitura informou que ainda não definiu se haverá ponto facultativo ou não na data. NSC


Justiça bloqueia R$ 420 mil de ex-prefeito de Rio Fortuna


A ação apura suposto ato de improbidade administrativa ocorrido em 2014.


A 1ª Vara Cível da comarca de Braço do Norte deferiu liminar em ação civil pública promovida pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e decretou a indisponibilidade de bens de ex-chefe do poder executivo do município de Rio Fortuna no valor de de R$ 422.882,72.


A ação apura suposto ato de improbidade administrativa ocorrido em 2014, quando foi promovida a licitação e construção de uma ponte que, segundo alega-se, não teria atendido ao interesse público, pois nenhuma família ou cidadão teria se beneficiado com a interligação das margens do rio.


A decisão também destaca que em uma das margens do rio há apenas um terreno para criação de gado e, ainda, que não há passagem de veículos ou pedestres no local, inclusive porque sequer há infraestrutura viária, rua ou estrada, após a ponte. O custo da obra foi de R$ 150 mil, que atualizado e somado ao valor de possível multa civil, resultou no bloqueio dos R$R$ 422 mil. Cabe recurso da decisão.


Regularização: Prefeitura de Imbituba inicia processo de credenciamento para motoristas particulares de aplicativo

 

A Diretoria de Mobilidade Urbana, vinculada à Secretaria Municipal de Infraestrutura e Saneamento (SEINFRA), lançou, nesta quinta-feira (28), um requerimento para o credenciamento dos motoristas de aplicativo, que tenham a intenção de trabalhar de forma regularizada em Imbituba.


No requerimento, os interessados devem preencher com os dados pessoais e anexar a cópia digitalizada de uma série de documentos, relacionados abaixo:


Carteira Nacional de Habilitação na categoria B ou superior, que contenha a informação de que exerça atividade remunerada;


Seguro de Acidentes Pessoais a Passageiros (APP) e o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT);


Comprovante de contribuinte individual do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);


Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV);


Certidão negativa de antecedentes criminais da Vara de Execuções Penais, da Polícia Federal e da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Santa Catarina.


Após o encaminhamento do requerimento, via protocolo on-line, a Diretoria de Mobilidade Urbana irá analisar cada situação.


Sendo aprovados os documentos, os responsáveis pelo órgão municipal irão encaminhar os números de inscrição e as artes gráficas de identificação dos veículos para a devida impressão.


Desaparecimento de Diego Scott: policiais militares mudam versão em depoimento e declaram que ele foi deixado em uma região de mata


A Polícia Militar de Laguna informou que os dois agentes que participaram da ocorrência envolvendo Diego Scott mudaram a versão do primeiro depoimento e confirmaram o transporte em viatura do morador que segue desaparecido.


Em um primeiro momento, os PMs relataram que Diego, de 39 anos, teria fugido do local da abordagem. Esta informação consta no boletim de ocorrência gerado no dia 15 de janeiro, quando Diego foi visto pela última vez após ser abordado pelos agentes durante uma briga familiar.


A família contestou a informação e apresentou imagens de câmeras de segurança que mostram a viatura saindo do local com Diego algemado.


Depois disso, em um novo depoimento ao inquérito policial militar, aberto para apurar o caso, os agentes mudaram a versão e confirmaram que Diego foi abordado, transportado na viatura e deixado em uma área de mata na praia do Gi.


É nessa região que as buscas por Diego foram intensificadas nos últimos dias, com a ajuda de equipes da Divisão de Investigação Criminal (DIC), inclusive com o uso de um helicóptero. 


Também foi ali que a PM e o Instituto Geral de Perícias fizeram a reconstituição da abordagem nesta semana.


Além da PM e da Polícia Civil, o caso também está sendo apurado pelo Ministério Público local.


Na tarde desta quinta-feira (28), familiares e amigos de Diego fizeram uma manifestação pedindo explicações sobre o desaparecimento.


Durante o ato, a esposa de Diego, Alessandra, disse que todos esperam uma resposta.


“O caso está em sigilo, não nos informam nada, e o Diego continua desaparecido. Nós, da família, estamos todos os dias na rua em busca dele”, relatou.


 


MP DIZ QUE SEGUE ACOMPANHANDO O CASO

 


Segundo a PM, um dos policiais que participou da abordagem está cumprindo expediente interno no quartel e o outro está afastado por orientação médica.


Em nota, a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Laguna informou que foi instaurada, no dia 22 de janeiro, uma notícia de fato, com base na atribuição constitucional para o controle externo da atividade policial e para o exercício da ação para acompanhar as investigações já iniciadas pela Polícia Civil e pela PM. Neste mesmo dia, a companheira de Diego e o advogado que representa a família foram recebidos pela Promotoria, que segue acompanhando as diligências, “a fim de que se garanta a transparência necessária a todos e que com a maior brevidade possível haja a localização de Diego Scott, além da apuração dos crimes praticados e seus autores, assegurando a futura e devida punição”.



CHUVAS DE JANEIRO


Sabemos que nessa época do ano, vários estados do País sofrem com chuvas constantes, causando várias tragédias. A Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e todo um corpo político (governadores e prefeitos), se envolvem em uma batalha contra a força da natureza para proteger a população.

Nosso Estado de Santa Catarina não ficou ileso, se estendendo a várias cidades, os estragos causados. Sabemos que Imaruí sofre com problemas constantes no quesito “Estradas” e não é de agora! Com chuvas de mais de duas semanas sem cessar, as mesmas ficaram em situação drástica.

 

O Prefeito Patrick Correa junto com seu secretário de Obras Geneval Bittencourt, já estão se mobilizando e tomando as devidas providências, aproveitando a estiada.

Não teria lógica, nem fundamento, passar as máquinas antes de parar as chuvas, pois só prejudicaria ainda mais as estradas, formando um lamaçal e colocando a população ainda mais em risco, com veículos atolados ou mesmo, deslizamentos provocando acidentes.

 

Sabemos que isso é uma medida paliativa, pois corremos risco de mais dias de chuvas. A estratégia é começar pelas estradas mais prejudicadas. Então pedimos a paciência e colaboração da população, nos ajudando com informações, nos apontando os locais mais prejudicados. Nessa situação, temos que trabalhar juntos para o bem estar de todos.


Operação Veraneio: 8°BBM tem redução no número de mortes por afogamento

Foram registradas 238 ocorrências nos últimos 37 dias


O 8°Batalhão de Bombeiros Militar (8°BBM) está atuando na Operação Veraneio de 2020/2021. Nos últimos 37 dias, foram registradas 238 ocorrências e uma morte por afogamento. Os militares atendem as áreas litorâneas de Jaguaruna, Laguna, Imbituba e Garopaba. 


Os dados são de 18 de dezembro de 2020 quando iniciou a alta temporada da Operação Veraneio até 24 de janeiro deste ano. Neste período, uma morte foi registrada, porém no mesmo período do ano passado foram seis óbitos. Houve também a redução de ocorrências envolvendo lesões causadas por água viva, em relação ao mesmo período do ano passado 4.588 ocorrências em 2019/2020 e 207 ocorrências em 2020/2021.


As ocorrências envolvendo salvamentos e resgates mantiveram números muito aproximados na comparação com a última temporada, 225 ocorrências em 2019/2020 e 238 ocorrências em 2020/2021.


No período, as ocorrências destaques foram:


Garopaba: afogamento seguido de óbito de um jovem de 18 anos na praia Central de Garopaba.


Jaguaruna: afogamento grau 4 de uma adolescente de 13 anos na praia do Arroio Corrente. Duas ocorrências envolvendo trauma após mergulho, sendo uma na Lagoa do Arroio Corrente e a outra na Lagoa do Campo Bom. 


Imbituba: ocorrência de arrastamento na Praia da Luz envolvendo quatro pessoas da mesma família. Eles foram arrastados por uma corrente sentido ilha do Batuta e foram resgatados pelos guarda-vidas. Em caso de emergência, o banhista deve procurar o posto de guarda-vidas mais próximo ou ligar no telefone 193. 



28 de janeiro 2021

(Quinta-feira) 


Pandemia: Imbituba contabiliza mais infectados nesta quarta-feira (27) e Tubarão e Jaguaruna registram mortes; SC tem novo mapa de risco


A Prefeitura de Imbituba confirmou, no início da noite desta quarta-feira (26), 36 novos infectados pela Covid-19, chegando ao total de 4741 casos desde o início da pandemia. Registro ocorre no mesmo dia em que Tubarão e Jaguaruna registraram novas mortes e a região da Amurel, da qual Imbituba faz parte, se manteve no nível grave no novo mapa de risco divulgado nesta quarta-feira (27) pela Secretaria Estadual de Saúde.

Do total de casos confirmados nesta quarta-feira, quatro foram confirmados por exames laboratoriais (LACEN) e 32 por teste rápido, sendo o Bairro Nova Brasília o com maior número de infectados, sete no total. Da última sexta-feira até esta terça-feira, Imbituba, que contabiliza 38 mortes nesta pandemia, vinha registrando uma média de 42,6 novos diagnósticos positivos por dia. Contagem desta quarta-feira representa, portanto, uma leve queda na média. 

Ainda de acordo com a Vigilância Epidemiológica Municipal, a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Camilo tem, hoje, somente um paciente internado, com confirmação da doença, morador de Imbituba. Num todo, com os pacientes em isolamento na enfermaria, o HSC tem no momento quatro pacientes, três deles moradores do município.

Tubarão e Jaguaruna registram novas mortes provocadas pelo coronavírus

Tubarão e Jaguaruna registraram uma morte cada por covid-19 nesta quarta-feira (27). Foram o 208º e o 27º óbitos, respectivamente, nos municípios.

Em Tubarão, a vítima foi um idoso de 68 anos. São 14.735 casos positivos para o vírus desde o início da pandemia, 14.181 deles curados. Vinte tubaronenses estão hospitalizados por causa da doença, 14 deles na UTI.

Em Jaguaruna, a vítima foi o professor de geografia Rangel Garcia Machado, de 41 anos. O município soma 1.746 casos e 1.694 recuperados. Oito moradores estão internados, um deles na UTI.

Professor de geografia Rangel Garcia Machado morreu pela covid-19 aos 41 anos

A Amurel registrou até o momento 479 mortes por covid: Tubarão (208), Laguna (49), Braço do Norte (41), Imbituba (38), Capivari de Baixo (30), Jaguaruna (27), Gravatal (17), Pescaria Brava (9), Pedras Grandes (9), São Ludgero (9), Imaruí (8), Armazém (6), Sangão (6), Grão-Pará (6), Rio Fortuna (5), Santa Rosa de Lima (4), Treze de Maio (4) e São Martinho (3).

SC tem novo mapa de risco para Covid-19; veja a sua região

Após mais de dois meses, Santa Catarina volta a ter uma região em nível alto (cor amarela) em risco potencial para a Covid-19, mostra o novo mapa de risco divulgado nesta quarta-feira (27) pela SES (Secretaria Estadual de Saúde).
Enquanto isso, o Extremo-Oeste passou de grave para o nível de maior atenção. Oito regiões estão em nível gravíssimo (cor vermelha) e sete regiões em nível grave (cor laranja), mostram os dados da Matriz de Risco Potencial.
 

A última vez que o estado tinha registrado uma região em nível alto, cor amarela, foi no dia 11 de novembro, quando o Extremo-Oeste foi classificado nessa situação. Nesta nova atualização o Extremo-Sul está em amarela.
Em comparação com a semana anterior, o Extremo-Oeste passou de grave para o nível de maior atenção, enquanto o Extremo-Sul saiu do patamar grave para o alto (amarelo). A Grande Florianópolis e Serra catarinense também apresentaram melhora e passaram de gravíssimo para grave.


Transmissibilidade

Houve uma redução nos índices de transmissibilidade. Neste quesito, apenas a região do Médio Vale do Itajaí está em nível gravíssimo. Todas as outras se encontram em nível grave.

A capacidade de atenção, que mede o índice de ocupação de leitos, ainda segue preocupante em sete regiões que estão em nível gravíssimo, ao mesmo tempo as regiões do Extremo-Sul, Carbonífera e Laguna foram classificadas no nível mais baixo, ou seja, moderado (cor azul).



Mudanças na data de divulgação da Matriz de Risco

A partir da próxima semana, a Matriz de Risco Potencial Regional, que avalia as condições da Covid-19, passará ser divulgada aos sábados, com dados coletados nas sextas feiras. As alterações e medidas sanitárias passarão a ser aplicadas na segunda-feira subsequente.

O objetivo desta alteração na data da divulgação e do início das ações necessárias, segundo a SES, é proporcionar às atividades e municípios maior prazo para realização de adequações e restrições sanitárias, diante de eventuais mudanças de classificação. Além de facilitar a organização dos órgãos fiscalizatórios.

Com isso, a próxima matriz de risco de SC só será divulgada no dia 6 de fevereiro. As alterações necessárias diante de novas classificações passarão a ser aplicadas a partir das 0h da segunda-feira seguinte, dia 8 de fevereiro.


Trabalho escravo e aliciamento e tráfico de trabalhadores motivam mais de 6 mil denúncias nos últimos cinco anos


Nos últimos cinco anos (2016-2020), o Ministério Público do Trabalho recebeu um total de 6.056 denúncias relacionadas aos temas trabalho escravo e aliciamento e tráfico de trabalhadores. Neste período, tais violações motivaram a abertura de 3.189 inquéritos civis para apurar os fatos denunciados. Para marcar o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, lembrado em 28 de janeiro, o MPT realiza uma live sobre trabalho escravo e tráfico de pessoas, às 18h da referida data, pelo canal TVMPT, no YouTube.


Os números foram extraídos do sistema MPT Digital e mostram também que, desde 2016 até o final de 2020, a instituição emitiu 86.783 despachos referentes ao trabalho escravo e ao aliciamento e tráfico de trabalhadores, além de ter expedido 68.654 documentos, entre notificações, ofícios e requisições a respeito destas irregularidades. Ainda foram firmados 1316 termos de ajustamento de conduta e ajuizadas mais de 500 ações acerca do assunto, pelo órgão.


“Mesmo com as dificuldades geradas pela atual pandemia, é importante destacar que o MPT continua firme no combate ao trabalho escravo, não apenas por meio da participação de operações em conjunto com órgãos parceiros, como Detrae, MPF, DPU e autoridades policiais, mas também com a responsabilização trabalhista de empregadores e a defesa dos direitos das vítimas”, contam a coordenadora e o vice-coordenador de Combate ao Trabalho Escravo e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Conaete), do MPT, a procuradora Lys Sobral e o procurador Italvar Medina.


Os detalhes desta atuação no combate ao trabalho escravo e ao tráfico de pessoas serão apresentados durante a programação do evento virtual, que contará também com a participação de representantes de outras instituições parceiras. A live vai mostrar ainda diferentes projetos estratégicos implementados pelo MPT em parceria com outros órgãos, destinados à conscientização, capacitação e prevenção para atendimento às vítimas.


Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo – Além da live do MPT às 18h (no canal TVMPT, no youtube), com o procurador Italvar de Paiva Medina, a Conaete vai participar de diversos eventos alusivos à data, no dia 28 de janeiro. Entre eles, a procuradora Lys Sobral estará às 15h na live promovida pelo @canalawure. Às 16h (horário de Brasília), a coordenadora nacional da Conaete participa do evento virtual realizado pela Coetrae do Mato Grosso. Já às 19h, a procuradora fala sobre Trabalho Escravo Contemporâneo na mesa virtual do canal do GETEC da Universidade Estadual de Feira de Santana, na Bahia. O vice da Conaete, Italvar Medina, também já tem entrevistas marcadas a respeito do assunto em diferentes veículos de comunicação.


Campanhas de conscientização – Desde o início de janeiro, o MPT realiza uma nova campanha de conscientização sobre o trabalho análogo à escravidão, em que reforça o conceito de trabalho escravo e suas características, como o trabalho forçado, a jornada exaustiva, as condições degradantes, e a servidão por dívida, esclarecendo à população como identificar e denunciar o problema às autoridades competentes.


Parceria impulsiona vinda de fábrica de veículos elétricos em Criciúma



A consolidação de uma indústria forte no segmento de veículos elétricos passa por vários fatores. Um deles é a formação qualificada de profissionais que atuarão. Sabendo disso a empresa M3E3 Mobilidade e Energia, do Paraná, e o Instituto Brasil Mobilidade (Inbramol) formalizaram um termo de parceria com a Satc. O objetivo é desenvolver pesquisas e fomentar a formação técnica e superior. A M3E3 está se preparando para instalar uma unidade especializada na produção de veículos elétricos em Criciúma.


“Essa é a terceira vez que viemos à cidade, estamos aprofundando as negociações, alinhando custos e vendo a viabilidade logística. Além disso, buscando novos parceiros, como a Satc”, explica o engenheiro mecânico e diretor de operações da startup M3E3, Carlos Eduardo Monblanch da Motta.


O termo de parceria, assinado por Motta e pelo diretor executivo da Satc, Fernando Luiz Zancan, vai permitir que se crie um programa de formação voltado para o segmento de veículos elétricos. O ex-diretor de Desenvolvimento Econômico e Inovação da Prefeitura de Criciúma, Claiton Pacheco, acompanhou a assinatura do termo de parceria.


Desde 2018 a Satc realiza estudos nessa área, desenvolvidos dentro do Núcleo de Mobilidade Elétrica (NME). “O mundo se volta para esse ramo e nós não poderíamos ficar de fora. A Satc sempre procura estar conectada com as novidades, contribuindo para a formação dos profissionais”, pondera o diretor geral da Satc, Carlos Antônio Ferreira.


Em setembro de 2020, a direção da startup já havia visitado a Satc para conhecer as pesquisas desenvolvidas no NME. O Núcleo envolve os cursos de Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica, e também o técnico de Manutenção Automotiva.



Trecho Sul da BR 101 passa a contar com prestação de serviços médico, mecânico e inspeção permanente de tráfego

Serão 4 Bases de Serviço de Atendimento ao Usuário que ficarão em locais estratégicos: Imbituba, Laguna, Jaguaruna e São João do Sul.

Os usuários que trafegarem entre Paulo Lopes e Passo de Torres, terão à sua disposição os serviços de Atendimento 24 horas a partir do início de fevereiro. A estrutura operacional e de atendimento completa conta com a prestação dos serviços médico, mecânico e inspeção permanente de tráfego.


Serão 4 Bases SAU’s (Serviço de Atendimento ao Usuário) que ficarão em locais estratégicos para melhor atender quem necessitar, sendo: km 269 em Imbituba, km 308 em Laguna, km 351 em Jaguaruna e km 451 em São João do Sul.



Elas são equipadas com banheiros com acessibilidade, fraldário, café, água potável, microondas, área para descanso e estacionamento. Também terão à disposição 17 veículos operacionais voltados aos atendimentos, sendo 6 ambulâncias, 5 Guinchos e 6 viaturas de inspeção.


Outros serviços que também estarão disponíveis serão os canais de comunicação da CCR ViaCosteira, como 0800 para informações e emergências, site institucional, aplicativo, e painéis de mensagens variáveis móveis com dados da rodovia.


A empresa já conta com todos os profissionais que prestarão esses serviços. Eles receberam treinamentos sobre Atendimento ao cliente, atendimento humanizado, comunicação por radiocomunicação, operações na rodovia, combate a focos de incêndio, inspeção e área de domínio, remoção de veículos, direção defensiva e limpeza de pista.



No total, serão 150 colaboradores entre Operadores de Guincho Leve e Pesado, Inspetores de Tráfego, Médicos e Enfermeiros Socorristas, Resgatistas e atendentes de 0800 e aplicativo. Além disso, há também os colaboradores do Centro de Controle Operacional, setor que coordena todas as atividades da rodovia e trabalha para que o usuário possa receber a prestação de serviço necessária mais breve possível



TJ manda retirar de rede social vídeo que desdenhava uso de máscara durante a pandemia


A 1ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou a supressão de um vídeo postado em rede social, por entidade s​ediada em cidade do sul do Estado, que desacreditava legislação local no sentido de tornar obrigatório o uso de máscara naquele município para evitar a propagação do coronavírus. Em 1º grau, a decisão judicial abrangia a retirada do ar de toda a página por um período inicial de 90 dias.


A prefeitura local foi a responsável por levar o caso para a justiça, através de uma ação civil pública. Nela, afirmou que o vídeo, a partir de sua divulgação, trazia conteúdo que poderia levar a população à desinformação quanto à necessidade de utilização de máscara no município. O material foi postado nas redes sociais em 4 de julho do ano passado e, em resumo, tecia críticas ao decreto municipal que determinou a utilização de máscara naquele território em razão da pandemia da Covid-19.


A provedora da rede, entretanto, em agravo de instrumento interposto junto ao TJ, ponderou que tal medida seria por demais gravosa e incidiria sobre outros conteúdos que representam apenas “o puro e simples exercício do direito à liberdade de expressão, livre manifestação de pensamento e direito à informação repita-se, todos previstos na Constituição Federal”. Recorreu também da multa diária imposta por descumprimento, fixada pelo juízo de origem em R$ 5 mil.


O desembargador Luiz Fernando Boller, relator do agravo, considerou a tese da empresa subsistente. Citou inclusive o artigo 19 da Lei do Marco Civil na Internet, que estabelece que o intuito da norma de indisponibilidade é o conteúdo plenamente identificável como prejudicial à sociedade ou ao indivíduo, e não necessariamente a página inteira. Seu voto foi seguido pelos pares. O valor da multa, em caso de descumprimento, seguirá o mesmo, pois “ínfimo” comparado ao porte econômico da empresa, na avaliação do relator (Agravo de Instrumento n. 5025960-29.2020.8.24.0000).​



27 de janeiro 2021

(Quarta-feira) 


Jovens são procurados na região da Amurel e polícia disponibiliza um disque-denúncia para informações sobre Diego Scott


Dois boletins de ocorrência relatando desaparecimentos foram registrados em Capivari de Baixo e Braço do Norte. 

Moisés Torquato Amorim, de 32 anos, foi visto pela última vez na quarta-feira passada, dia 20. Dédo, como é conhecido, saiu de casa, no bairro Alvorada, em Capivari, por volta das 16h e não foi mais visto desde então.

Segundo a irmã dele, Nazaré Torquato, Dédo mora com a mãe, é solteiro e está desempregado. À imprensa, Nazaré contou que o irmão é tranquilo e nunca ficou tanto tempo fora de casa. 

“Ele saiu somente com a roupa do corpo, documentos e celular. Quando tentamos ligar para ele, dá como aparelho desligado”, conta Nazaré.


A família já registrou um boletim de ocorrência e a polícia investiga o caso. Até a tarde desta terça-feira (26), ainda não tinham notícias sobre Dédo.

Em Braço do Norte, os bombeiros continuam nesta quarta-feira (27) as buscas por Adriano da Silva, de 23 anos.

De acordo com a família, Adriano teria saído de casa na noite de segunda-feira, pulado a cerca de um terreno e entrado em uma área de mata no bairro São Basílio, próximo a um rio. Desde então, ele não teria sido visto.

Por ter epilepsia, a família diz estar muito preocupada com o que possa ter acontecido com o jovem. Ainda na noite de segunda, os bombeiros e a Polícia Militar iniciaram as buscas, que foram retomadas ontem. Até o fechamento desta edição, Adriano não tinha sido encontrado.

As buscas, segundo os bombeiros, se estenderam até São Ludgero. Durante esta quarta-feira ainda, um cão treinado para buscas e resgates deve chegar de Florianópolis para ajudar na operação.

 

DISQUE-DENÚNCIA EM LAGUNA PARA INFORMAÇÕES SOBRE DIEGO SCOTT

 

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Laguna divulgou nota informando que segue investigando o desaparecimento de Diego Bastos Scott e recebendo denúncias sobre o caso pelos telefones 181 e (48) 99118-3684.

Diego, de 39 anos, foi visto pela última vez no dia 15 deste mês, após ser abordado por policiais militares durante uma briga familiar, como o DS destacou na última semana. Segundo o advogado que representa a família de Diego, os policiais foram chamados para atender a ocorrência e depois de uma hora resolveram prender Diego. (Confira o vídeo do momento da prisão apresentado pela defesa clicando no link acima).



No boletim da PM consta que o “envolvido evadiu do local” e que Diego “não estava presente no momento da lavratura do procedimento”. A família contesta a informação e apresentou imagens de câmeras de segurança que mostram a viatura saindo do local com Diego algemado. A PM abriu um procedimento interno para apurar o caso. A Polícia Civil disse que mais informações não serão repassadas agora “com a finalidade de não embaraçar as investigações que tramitam em sigilo desde o dia 18 de janeiro”. O Ministério Público também acompanha o caso.


Coronavírus em SC: foram aplicadas até esta terça-feira (26) mais de 48,7 mil doses da vacina, aponta balanço preliminar


A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, informou que até o final da tarde desta terça-feira, 26, Santa Catarina já havia aplicado 48.733 doses da vacina contra a Covid-19.

O levantamento foi feito com base em informações enviadas pelos municípios entre os dias 19 a 26 de janeiro, já que o sistema para registro das doses do Ministério da Saúde (MS) apresentou instabilidade. Como não são todos os municípios que divulgaram as informações, o levantamento é preliminar e o número pode ser maior.

“O Governo do Estado está fazendo a parte que lhe compete, que é a logística de distribuição das vacinas em todo o território, além de dar apoio aos municípios. É importante mantermos um ritmo acelerado de vacinação das doses que chegam. Garantimos que as vacinas chegarão rapidamente às prefeituras assim que repassadas pelo Ministério da Saúde”, afirma o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Na primeira remessa, o Estado recebeu um total de 144.040 doses da vacina contra a Covid-19 da empresa Sinovac/Butantan. Foram distribuídas 71.040 doses para as 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVEs) de Santa Catarina, que armazenaram e distribuíram as doses a todos os 295 municípios catarinenses. As doses restantes estão armazenadas na Central Estadual de Rede de Frio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) para serem utilizadas como segunda dose. Esse envio ocorrerá a partir do dia 02 de fevereiro.

Para que a pessoa seja considerada imunizada, é necessária a aplicação de duas doses, com intervalo de 15 dias entre uma e outra.

“Considero que todo o planejamento e execução da logística de distribuição das vacinas foi um sucesso. Em uma ação conjunta entre Secretaria Estadual de Saúde, órgãos de segurança, Defesa Civil e municípios, conseguimos transportar as vacinas em segurança, preservando sua qualidade. Todo esse trabalho ocorreu sem nenhuma intercorrência”, destaca Eduardo Macário, superintendente de Vigilância em Saúde de SC.

 

SEGUNDO E TERCEIRO LOTE

 

No dia 24 de janeiro foram recebidas 47,5 mil doses da empresa Oxford/AstraZeneca. Esta vacina também deve ser utilizada no esquema vacinal de duas doses, mas o intervalo entre as doses é de 12 semanas. Assim, todo quantitativo foi encaminhado para as regionais de saúde nos dias 25 e 26 de janeiro.

Com intervalo maior, existe a expectativa de que a segunda dose seja encaminhada com o início da produção nacional da vacina pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que está prevista para começar em fevereiro.

No dia 25 de janeiro, foram recebidas mais 21,6 mil doses da Sinovac/Butantan. 

Nesta etapa da campanha, o público-alvo é composto por pessoas acima de 60 anos e pessoas com deficiência residentes em instituições de longa permanência, povos indígenas aldeados e trabalhadores de saúde.

 

GRUPOS PRIORITÁRIOS

 

Como o quantitativo de doses encaminhadas até o momento cobre um pouco mais da metade da estimativa do total de profissionais de saúde cadastrados, foram realizadas duas reuniões da Comissão Intergestora Bipartite (CIB), composta por gestores estaduais e municipais, que deliberaram critérios para priorização da vacinação dos trabalhadores de saúde.

Deverão ser priorizados os grupos de trabalhadores de saúde que prestam atendimento direto a pessoas com Covid-19, que atuam em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), emergências, hospitais, ambulatórios, unidades de coleta e diagnóstico de Covid-19 e o Atendimento Médico Pré-hospitalar móvel catarinense.

É fundamental que toda a força de trabalho em saúde envolvida diretamente com a assistência clínico-hospitalar, de urgência e emergência e de apoio diagnóstico da Covid-19 seja imunizada o quanto antes. Pois Santa Catarina precisa desses profissionais que atuam na linha de frente protegidos para continuar prestando o serviço de excelência que tem realizado nos últimos meses.

Contudo, assim que for concluída essa etapa e que um quantitativo suficiente de doses for encaminhado pelo MS, a vacinação será ampliada de forma a contemplar outros grupos, como idosos e portadores de comorbidades.


Livro celebrando bicentenário de Anita Garibaldi será lançado em três línguas


Já foi enviado para impressão o novo livro que o Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) publicará em virtude das comemorações do Bicentenário de Anita Garibaldi. “Una Rosa per Anita” foi escrito em italiano e traduzido para as línguas portuguesa e espanhola e, aqui, em terras brasileiras, ganha o título de “Dois Mundos e Uma Rosa para Anita”.

A previsão do instituto é lançar oficialmente a obra no dia 8 de março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Desta forma, o CulturAnita presta tributo às mulheres e, sobretudo, à Anita Garibaldi, “heroína dos dois mundos”.

O livro original falava apenas sobre a Rosa de Anita, explicando as razões de sua criação e adoção como símbolo dos 200 anos. Na edição trilíngue, novos conteúdos foram adicionados.

“Além de uma árvore genealógica dos ascendentes e descendentes de Anita, o livro também contém uma cronologia histórica da heroína e os poemas de Garibaldi sobre ela, extraídos de suas memórias. O leitor poderá conhecer os verdadeiros traços fisionômicos de Anita, lendo o artigo ‘Como era Anita’, que contém uma reconstituição digital baseada em relatos históricos”, detalha Adílcio Cadorin, diretor do CulturAnita.

Entre os textos que compõem as 270 páginas, Andrea Antonioli (diretor do Museu Renzi) e Giampaolo Grilli discorrem sobre a construção do “mito” Anita, enquanto a bisneta da heroína, Annita Garibaldi, faz um longo relato acerca da “primeira Anita”.

Antonioli e Cadorin organizaram a obra, com contribuição textual de Grilli, Annita Garibaldi, Alessandro Ricci e Giovanni Tesei, e poesia de Maria Gabriella Conti. O livro tem apresentações de Dario Franceschini (ministro dos Bens e Atividades Culturais da Itália), Andrea Belluzzi (secretário de Estado de San Marino), deputado Julio Garcia e outras autoridades nacionais e internacionais.  Esta edição é feita por meio da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

O lançamento ocorrerá em evento presencial, com restrição de público, sendo transmitido ao vivo pela internet, em Laguna.

 

BICENTENÁRIO DA HEROÍNA

O projeto que comemora o bicentenário de Anita Garibaldi, lembrado este ano, prevê a realização de eventos em todas as cidades catarinenses, gaúchas, uruguaias, italianas e de San Marino, que têm relação com a trajetória de Anita Garibaldi, a “heroína dos dois mundos”. A ideia é que sejam realizados eventos ao longo deste ano comemorando a memória da personagem histórica nascida em 1821.

A iniciativa decorre de um convênio internacional celebrado entre o Museu Renzi, de Borghi (Itália), que é representado por Andrea Antonioli e Gianpaulo Grilli, e o Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) de Laguna (Brasil), representado por Leo Felipe Nunes e Adilcio Cadorin.

Ainda, a Rosa de Anita, híbrido desenvolvido por Pantoli, teve os direitos de reprodução repassados ao Museu Renzi, da Itália, que franqueou autorização para que o CulturAnita pudesse clonar e distribuir o híbrido no Brasil e na América do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário