segunda-feira, 28 de março de 2016

“Paixão, morte e ressurreição de Cristo” emociona público em Pescaria Brava

A encenação da “Paixão, morte e Ressurreição de Cristo”, pelo Grupo Teatral Terra na noite de sábado, 26, em Pescaria Brava, emocionou o elenco e a plateia.
Uma grande equipe se dividiu nas tarefas de preparação da encenação, entre a produção dos cenários, preparação do som, figurinos e demais detalhes da tradicional peça teatral, que atraiu espectadores de Pescaria e de outras localidades. Foram mais de cem pessoas envolvidas diretamente no espetáculo, entre produção e ensaios.
Foram quase duas horas de espetáculo, onde a dramaticidade presente na Tentação, Santa Ceia, Martírio, Morte e Ressurreição, emocionou o público presente.

Para a presidente do Grupo Terra, Adriana Cândido, o município está de parabéns por apostar e incentivar a cultura da região.“Nos sentimos prestigiados, valorizados. Receber o carinho do público de Pescaria, foi realmente muito importante para todo o Grupo. Apesar de ser uma história que todos já conhecem, temos que estar inovando sempre”, disse Adriana.

Para o secretário de Agricultura e Turismo do município, Frederico Durante, a produção da peça começou a tomar forma meses atrás. “São muitos detalhes que envolvem o espetáculo, tem a questão de segurança, montagem da arena por se tratar de um espaço aberto, envolve muita gente, então, temos que pensar em tudo e isso requer tempo”, analisou Frederico.

Para o prefeito Antônio Honorato, a encenação do espetáculo foi muito importante para o povo bravense.
“Todos nós ganhamos um grande presente na Semana Santa. Foi emocionante, o Grupo Terra está de parabéns, como também o morador de nossa cidade e visitantes que lotaram o espaço da arena”, salientou o prefeito.

Os primeiros minutos da encenação levaram aos olhos do público muitas cores e emoção.
Já adulto, Cristo apareceu em vários momentos: no deserto, sendo tentado por Satanás; fazendo milagre e multiplicando pães e peixes; sendo entregue por Judas aos soldados romanos e, finalmente, sendo julgado e condenado. A partir daí, começou um calvário de sofrimento e humilhação. Depois de carregar a cruz por um longo caminho, Jesus foi pregado na madeira e sangrou até morrer.
Felizmente, o fim do filho de Deus não foi assim, e as cenas finais mostram Cristo ressuscitado, pronto para a vida eterna ao lado do Pai.

O espetáculo foi encenado no sábado, devido ao mau tempo de sexta-feira, dia em que estava marcado para a apresentação.

Sobre o Grupo Teatral Terra:
O Grupo Teatral Terra foi fundado em 13 de junho de 2002, e tem como objetivo a difusão da arte. São mais de 16 espetáculos montados incluindo "A Republica em Laguna"

Nenhum comentário:

Postar um comentário